Água/Livros/Luta de classes/Rio Grande do Sul

Em tempos de Seca avassaladora e privatização da CORSAN no RS, sai nova edição do Livro “Agua e Luta de Classes” de Walter Aragão

Enquanto o Rio Grande do Sul vive a pior seca dos últimos 17 anos, deixando milhares de agricultores familiares sem nem ter o que comer, com CORSAN privatizada, muitos municípios e milhões de gaúchos podem ficar sem água definitivamente.

Um direito universal inscrito na Constituição Brasileira, no mundo A Água agora é vendida como Commodity em Bolsas de Valores .

Leia a Apresentação de Paulo Renato Menezes, Secretário Geral da Agapan e Conselheiro Municipal de Meio Ambiente para a nova e atualizada edição do livro Água e Luta de Classes, que chega as livrarias e livreiros na próxima 6ª feira:

Vivemos tempos de déficit democrático no mundo, com o surgimento de governos extremistas que solapam as instituições. No Brasil, nas três esferas de governo, testemunhamos ações que tolhem a participação popular, como o desmonte dos Conselhos, e a aprovação de ‘boiadas’ que penalizam trabalhadores, fragilizam políticas públicas e cassam a cidadania. A última alteração do Marco do Saneamento tenta tirar dos municípios sua competência constitucional na área, induzindo à privatização do setor.

Água e Luta de Classes descortina a lógica geralmente oculta que permeia a estruturação histórica do estado capitalista, especificamente dos órgãos destinados a executar as políticas públicas enfeixadas sob o rótulo ‘saneamento’. Considerada a mais fundamental ação de Saúde e Meio Ambiente, o fornecimento de água potável e a destinação adequada dos esgotos cloacal e pluvial (águas servidas) e dos resíduos sólidos, não por acaso é denominada ‘saneamento básico’, pois essencial para a vida digna dos cidadãos.

No cerne dessa atividade está a gestão da água, recurso imprescindível que, apesar de ser um bem público, está no centro de disputas pela sua apropriação privada por grandes corporações transnacionais. Analistas políticos prevêem que sua crescente escassez, fruto tanto do descaso pelo meio ambiente quanto pela ganância das elites, marcará nosso tempo como o século da Guerra da Água.

Walter Aragão há décadas vivencia o tema em várias frentes: profissionalmente, foi técnico químico responsável pelo controle da qualidade da água fornecida pela Corsan, tanto por análises quanto em trabalhos de campo, bem como implantou Conselhos de Usuários na empresa, abrindo-a à sociedade; academicamente, produzindo pesquisa e atuando no ensino superior; e politicamente, como diretor do Sindiágua e militante incansável pela causa da Água Pública.

A leitura dessa obra ajuda compreender que a sincronia aparente entre o aumento da voracidade do capital com a respectiva adequação das estruturas estatais ao apetite do mercado não é obra do acaso, mas se insere na lógica da busca permanente da classe dominante pela maximização de seus ganhos, notadamente através da apropriação de bens públicos por corporações privadas, em detrimento do interesse da maioria da população.

Paulo Renato Menezes, Secretário Geral da Agapan e Conselheiro Municipal de Meio Ambiente

2 pensamentos sobre “Em tempos de Seca avassaladora e privatização da CORSAN no RS, sai nova edição do Livro “Agua e Luta de Classes” de Walter Aragão

  1. Foi um honra ter feito a ‘orelha’ do livro do Walter Aragão, militante e estudioso das questões ambientais, sociais, de saúde e saneamento. Seu livro é uma contribuição inestimável para compreendermos a crise que vivemos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s