Rio Grande do Sul

Entidades lançam abaixo-assinado pela CPI dos Benefícios Fiscais no RS

CPI INCENTIVOS

Por que Sartori dá R$ 9 bi a empresas privadas, mas diz que não tem dinheiro para pagar contas? Esta é a pergunta já feita em artigo neste Blog, e que também a sociedade quer saber.  E este é também o objetivo do Abaixo Assinado lançado por dezenas de entidades representativas de trabalhadores das áreas pública e privada.

“Como é que  o mesmo governo abre mão de arrecadar mais de R$ 9 bilhões em impostos, se o Estado esta em crise? As entidades não são contra que se conceda incentivos fiscais para incentivar investimentos privados, desde que estes investimentos tragam empregos e renda para os gaúchos e gaúchas”, diz Carlos De Martini, Presidente da AFOCEFE-Sindicato.

Dirigentes de entidades de servidores públicos e do setor privado promoveram, nesta terça-feira, 16, ato de lançamento de um abaixo-assinado em apoio a instalação da CPI dos Benefícios Fiscais na Assembleia Legislativa. A iniciativa busca chamar a atenção da população sobre a necessidade de maior transparência no montante de impostos que o Estado abre mão em benefício de empresas. O engajamento popular poderá sensibilizar os deputados que ainda não assinaram o requerimento, proposto pelo deputado Luis Augusto Lara (PTB), para permitir que o Parlamento e a sociedade exerçam o controle do que está sendo concedido e se há retorno para o Estado. Para a instalação da CPI são necessárias ao menos 19 assinaturas dos parlamentares.

Desde cedo da manhã, os representantes de entidades estiveram reunidos na Praça da Matriz recolhendo assinaturas e distribuindo cartilha informativa à população sobre a importância de tornar público as informações sobre as empresas beneficiadas pelos incentivos fiscais, que chegam a R$ 9 bilhões ao ano. ‘’O Governo tem se recusado a abrir a caixa preta dos incentivos fiscais, mesmo quando a justiça determina. A CPI é o caminho para tornar público estes números’’, disse o presidente do Afocefe Sindicato, Carlos De Martini Duarte, coordenador do movimento realizado pelas entidades pela instalação da CPI. A meta é recolher um milhão de assinaturas. A mobilização agora se estenderá a todas as regiões do Estado.

O ato público contou com a presença dos deputados Pedro Ruas (Psol), Altemir Tortelli (PT) e Manuela D´Ávila (PCdoB), dirigentes de entidades de classe, servidores públicos e população em geral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s