Uncategorized

Movimentos sociais bloqueiam estradas no RS para denunciar golpe e prejuízos para os trabalhadores

Bloqueio 1

Luís Eduardo Gomes no SUL 21

Diversas rodovias, na Região Metropolitana de Porto Alegre e no interior do Estado, amanheceram nesta terça-feira (10) com bloqueios promovidos por movimentos sociais contrários ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff e que integram a Frente Brasil Popular e a Frente Povo sem Medo. A ação, que foi replicada em outros Estados, faz parte de uma estratégia “contra a admissibilidade do golpe”, cuja votação está prevista para começar quarta-feira (11), no plenário do Senado.

Os bloqueios começaram logo cedo na Região Metropolitana, por volta das 6h, e se estenderam até às 9h. No principal deles, na BR-290, em Eldorado do Sul, centenas de pessoas trancaram as duas pistas da via, queimaram pneus. Também foram registrados bloqueios nas rodovias RS-040, em Viamão, RS-118, BR-116, em Caxias, Br-285, em Santo Antonio das Missões, BR-386, em Nova Santa Rita, BR-386, em Carazinho, BR-392, em Rio Grande, BR-153, em Marcelino Ramos, BR-158, em Santa Maria . Também foram registrados bloqueios de rodovias em outros oito Estados e no Distrito Federal.

Segundo os organizadores, o objetivo das manifestações é denunciar o golpe institucional, midiático e jurídico em curso contra a democracia brasileira, além de chamar a atenção da sociedade para os prejuízos que ele traria com a retirada dos direitos conquistados pela classe trabalhadora.

“A população está muito mal informada sobre as razões do golpe”, diz Claudir Nespolo, presidente da CUT-RS, uma das entidades que organizou as ações. “Se insistirem com essa ideia de golpe, nós vamos intensificar”, complementou.

Apesar de os bloqueios terem causado grandes congestionamentos, Claudir explica que o objetivo da ação não foi prejudicar a chegada ao trabalho nesta terça. “Nosso objetivo não foi trancar a chegada do trabalhador, foi pegar artérias que mexessem com a produção, como a 118, a 116. Ali passa o fluxo de caminhões, o grande movimento de carga”, afirmou.

Para a tarde desta terça, está previsto um Ato Político Contra o Golpe, na Esquina Democrática, às 17h.

Confira mais fotos:

bloqueio-290-divulgacao-mst-2

bloqueio-290-divulgacao-mst-3

bloqueio-386-divulgacao-mst-1

bloqueio-386-divulgacao-mst-3

bloqueio-386-divulgacao-mst-2

Um pensamento sobre “Movimentos sociais bloqueiam estradas no RS para denunciar golpe e prejuízos para os trabalhadores

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s