Uncategorized

EUA trocam embaixadora golpista por “especialista” em conflitos internos

Selfie Temer Globo
– Você sabe o porquê de nunca ter havia um golpe nos Estados Unidos? Não? Porque lá não tem embaixada americana(Frei Betto)

Da CONEXÃO JORNALISMO

A perspicácia da análise do escritor Dominicano ganha novas vestes nestes tempos de golpe emcurso no Brasil. Tão logo consumado pelas vias parlamentar e jurídica, além da midiática, a embaixadora Lilian Ayalde foi chamada à Casa Branca. Ela que testemunhou de perto os golpes em Honduras e Paraguai. Coincidência, não? Neste artigo, o poeta Francisco Costa faz uma análise de quem sai e quem chega para representar os EUA no ciclo Michel Temer. Leia aqui.

ESTÃO ESPERANDO QUE HAJA RADICALIZAÇÃO

Os Estados Unidos substituíram o embaixador no Brasil.
Sai Liliane Ayalde e vem Peter McKinley.
Isto quer dizer alguma coisa? Sim, muito.
Liliane primeiro foi embaixadora em Honduras, houve um golpe de Estado e derrubaram o presidente Manuel Zelaya, o Lula deles, em 2009.
Consumado o golpe em Honduras, Liliane veio para o Paraguai, onde houve um golpe de estado nos mesmos moldes do que está ocorrendo aqui, quando o presidente Fernando Lugo, o Lula paraguaio, foi derrubado, em 2012.
Consumado o golpe no Paraguai, Liliane veio transferida para o Brasil, logo acontecendo as chamadas passeatas de junho, puxadas pela direita e ligadas aos Estados Unidos.
Agora parece que os americanos consideram o golpe consumado, pois chamaram Liliane, que deveráir para outro país (segundo fofocas diplomáticas, para a Venezuela, se é que Maduro vai aceitá-la).
Em seu lugar chega Peter McKinley.
Observando-se o currículo de Kinley, ele é especialista em conflitos internos (Liliane é em golpes).
Antes de chegar aqui ele trabalhou na Colômbia, durante a guerra das drogas, quando o povo colombiano esteve rachado.
Depois foi para o Afeganistão e pouco a dizer, a mídia mostrou a desgraceira toda.
Kinley chega por acordo prévio, feito entre os golpistas e autoridades americanas, há meses atrás.
Como o moço é especialista em conflitos internos, é claro que os norte-americanos e os golpistas brasileiros, subalternos deles, estão esperando que o caldeirão brasileiro ferva.
A minha dúvida é o motivo: esperam a confirmação do impeachment no Senado, sem que o povo aceite, ou apostam que se o Senado não confirmar o impeachment, os golpistas assumem abertamente o golpe e não entregam o poder, com consequente reação popular?
Há uma terceira hipótese também: o Senado confirma o impeachment, não há reação imediata, mas na medida em que a “Ponte para o Futuro” for sendo construída, empobrecido e com cada vez menos direitos, o povo finalmente acorde e resolva cortar cabeças.
O programa de Temer aponta para isso, e o aprovado nesta semana, no Congresso, foi o início.
Francisco Costa

Veja também:

>> Mulheres se reuniram no Rio em protesto contra o machismo e o estupro

>> Noblat antecipou o que todos sabemos agora: tirar Dilma para acabar com Lava-Jato

>> O silêncio do governo Temer é um novo estupro coletivo

2 pensamentos sobre “EUA trocam embaixadora golpista por “especialista” em conflitos internos

  1. EXACTAMENTE!BRILHANTE ISTO FOI TUDO ARQUITETADO POR OS EUA!DESDE MORO TREINADO PELO DEPTO DE ESTADO ATE TEMER AGENTE DA CIA CONFIRMADO WIKILEAKS ATE ALOYSIO NUNES EM WASHINGTON ATE SERRA QUE TRABALHA PARA A CHEVRON MARINA AECIO TUDO DESDE MBL STRATFOR VEM PRA RUA ,NAO VOU A COPA ,A REV.DO PATO TUDO FOI CIA!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s