Lula

“Lula está doido para ir a Curitiba”, diz ex-ministro Gilberto Carvalho

Ex-ministro de Dilma e ex-chefe de gabinete de Lula afirmou que adiamento do depoimento do ex-presidente ao juiz Sérgio Moro foi manobra para tentar desmobilizar a militância

 

Da Rede Brasil Atual

Gilberto Carvalho

Lula líder nas pesquisas é resultado do trabalho realizado na presidência, diz Gilberto Carvalho

São Paulo – Ex-ministro do governo Dilma Rousseff e ex-chefe de gabinete do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Gilberto Carvalho afirmou que Lula está tranquilo e entusiasmado para depor ao juiz Sérgio Moro, na capital paranaense, no próximo dia 10. “Lula está doido para ir a Curitiba. Nada melhor para uma pessoa enfrentar um interrogatório quando tem consciência da sua inocência e mostrar que tudo que foi levantado não tem prova”, afirmou Carvalho em entrevista à Rádio Brasil Atual nesta quinta-feira (4).

Para Carvalho, a perseguição a Lula, por Moro e pelos procuradores da Operação Lava Jato, com várias denúncias sem provas, trata-se de tentativa para inviabilizar a candidatura do ex-presidente nas eleições do ano que vem. Ele espera que o depoimento seja transmitido ao vivo.

“Vai ficar provado e comprovado que tudo isso é uma tentativa dos golpistas – daqueles que estão tirando direitos dos trabalhadores – de impedir que a gente volte ao governo para restabelecer os direitos dos mais pobres.”

O depoimento, inicialmente agendado para a última quarta-feira (3), foi adiado por decisão do juiz Moro, que acatou pedidos da secretaria de Segurança Pública do Paraná e da Polícia Federal, que reivindicaram mais tempo para “providências de segurança”. Carvalho rebate esse argumento e diz que o intuito do adiamento foi desmobilizar a militância que se planejava para ir a Curitiba em solidariedade ao ex-presidente Lula.

“Não vamos para Curitiba para fazer bagunça, para fazer quebra-quebra. Vamos em solidariedade ao presidente Lula e a todos aqueles que lutam por democracia. Foi uma manobra sórdida,  que vamos responder com mais mobilização.”

Sobre a série de pesquisas de opinião que apontam a liderança de Lula em praticamente todos os cenários para a sucessão presidencial, Carvalho diz se tratar de um “milagre”, frente à campanha contrária levada pela mídia tradicional. Para além do milagre, Carvalho diz que a alta popularidade gozada por Lula é resultado dos anos de trabalho na presidência.

Na entrevista, Carvalho assume erros cometidos durante o governo Dilma, quando já se faziam sentir os primeiros sinais da crise econômica, mas afirmou que as condições foram agravadas por conta das ações de sabotagem de Eduardo Cunha, à frente da Câmara dos Deputados, e também depois, quando Temer assumiu o governo, aprofundando ainda mais a crise para atender interesses do sistema financeiro.

Ele comentou também a libertação do ex-ministro José Dirceu. Disse estar “afetivamente feliz”, mas ainda mais “porque o Supremo finalmente deixou de se omitir. Era gravíssima a omissão.” Segundo ele, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a soltura de Dirceu enquanto não houver condenação em segunda instância, “foi apenas o restabelecimento do devido processo legal”.

Um pensamento sobre ““Lula está doido para ir a Curitiba”, diz ex-ministro Gilberto Carvalho

  1. Pingback: “Lula está doido para ir a Curitiba”, diz ex-ministro Gilberto Carvalho | ALÔ BRASIL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s