Uncategorized

Solange Carvalho, vice-presidente do CPERS/Sindicato: “a arte da política exige emoção e razão”

CTB Educação - RS

20632354_1747965425233287_942074495_n
Vivemos momentos sombrios no cenário nacional pós golpe.

No RS, enfrentamos um governo privatista que aplica a fórmula alinhada ao governo federal, e persegue os servidores públicos e pretende sucatear o serviço público.
Os educadores estão em greve, que teve etapas gloriosas, resistência heroica aos ataques do governo. Podemos dizer que a greve já entrou para a história do sindicalismo gaúcho. 
No momento, temos todas as condições subjetivas para a greve se manter, mas por diversas razões,as condições objetivas, concretas para termos uma grande greve, como tivemos, não estão dadas.

Amanhã, em assembleia, os educadores devem analisar os rumos da greve, com racionalidade e responsabilidade sobre suas decisões.
Política, seja ela em qual campo for, deve ter paixão, mas também muita análise, razão e visão ampla, para manter os lutadores e seu instrumento de luta, no caso, o CPERS/Sindicato.

Na vida, no sistema capitalista, temos muitas lutas a fazer, precisamos…

Ver o post original 26 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s