Fascismo

Nota de advogada questiona conteúdo da entrevista sobre caso da Suástica tatuada no corpo da mulher em Porto Alegre

suástica
Diante da divulgação de laudo pericial do Instituto Médico Legal (IML) referente ao ataque sofrido por uma jovem de 19 anos no último dia 8, em Porto Alegre, quando teve gravada no corpo uma suástica nazista, cabe esclarecer o seguinte:

1 – O teor do laudo assinado pelos peritos reafirma a convicção da defesa de que a jovem foi vítima de um ataque, conforme testemunhado por ela à Polícia Civil.
Atesta o laudo no item 3 – Conclusões:

“(…) As lesões verificadas apresentam, portanto, características compatíveis com as de lesões autoinflingidas, embora não haja, a partir exclusivamente dos resultados do exame de corpo de delito, elemento de convicção para se afirmar que efetivamente foram autoprovocadas. Nesse sentido, pode-se afirmar que as lesões foram produzidas: ou pela própria vítima ou por outro indivíduo com o consentimento da vítima ou, pelo menos, ante alguma forma de incapacidade ou impedimento da vítima em esboçar reação.”

Nota-se que a perícia não descarta a hipótese de as lesões terem sido causadas por outro indivíduo, inclusive mediante incapacidade de defesa da vítima.

Isto apenas comprova o teor do depoimento da vítima, que não esboçou reação durante o ataque e sofreu estresse pós-traumático, situação que se mantém até o momento.

2 – O laudo divulgado nesta quarta-feira não representa o fim das investigações; a defesa da vítima ainda espera que sejam apresentadas imagens de câmeras de segurança e ouvidos depoimentos de pessoas que prestaram auxílio à jovem atacada.

Qualquer conclusão antes de esgotada a avaliação de todos os elementos possíveis é precipitada e pode não representar a realidade dos fatos.

3 – Em respeito à privacidade da vítima, neste momento a defesa não fará novas manifestações.

4 – A defesa confia na apuração verídica dos fatos e aguarda a conclusão das investigações para a comprovação da verdade dos fatos.

Gabriela Souza Advocacia para Mulheres
OAB 85.899

Comentário do Blogueiro: Quando recebi esta nota, já havia registrado minhas dúvidas no facebook em comentário que copio a seguir:

Sobre o nazifascismo e a menina que teve suástica tatuada no corpo: 
Tem caroço neste angú. O Delegado que disse de forma pejorativa que Suástica é símbolo budista, uma menina mutilada que tem medo de aparecer, uma entrevista coletiva há 3 dias das eleições onde um candidato com óbvio discurso totalitário concorre, para dizer que não foi mutilação, mas automutilação? Muito estranho…Aí dizem que a Perícia disse. Mas não é isto que esta escrito no laudo. O que esta escrito no laudo, é que não houve resistência. Mas como poderia ter havido resistência se a moça informou em depoimento que estava desmaiada ou “apagada” no dizer dela própria, como? A suástica tem sido usada em profusão no país em especial depois do advento da Candidatura Bolsonaro e independente de um ou outro caso suscitarem dúvidas, o fato é que o nazifascismo avança . A foto abaixo é desenho de Suástica rabiscada em desenho da artista Bi Miura, em painel na Uems (Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul). O tema da exposição era combate ao câncer de Mama (Foto: Divulgação)suástica

Em tempos de trevas sinalizadas por uma candidatura que esboça o totalitarismo em todos os seus pronunciamentos, é bom lembrar que Porto Alegre e o RS são campeões de registro de casos de grupos neo nazistas. Um grupo destes foi condenado a poucos dias por esfaquear um judeu.

Por outro lado, tem proliferado atentados contra obras de arte e até a exposições inteiras, onde os atacantes usam a suástica e também o número 17 de Bolsonaro. Sobre isto, ainda hoje publiquei aqui no Blog o artigo Suástica cobre desenho sobre câncer de mama em cidade universitária no Mato Grosso do Sul. Não é só no RS que atacam que tu podes ler clicando aqui.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s