Uncategorized

Moro sangra: tem a Globo, mas o resto se esvai (Por Fernando Brito)

POR FERNANDO BRITO no TIJOLAÇO

Em todos os jornais, exceto O Globo, percebe-se que se esvaiu a santidade do Sr. Sérgio Moro.

O jornal dos Marinho, estoicamente, se submete a fazer um editorial em defesa do ex-juiz e de seu parceiro de conspiração, texto pobre, se outros argumentos senão a santificação da cruzada anticorrupção e o tal “lulopetismo”.

O “Manchetômetro”, análise da mídia feito pelo  Laboratório de Estudos de Mídia e Esfera Pública  da Universidade do Estado do Rio de Janeiro avalia:

O Globo é o jornal mais crítico ao The Intercept. Com 21 textos sobre o assunto, o jornal possui apenas dois textos que enfatizam a crítica a Moro, ao passo que abre amplo espaço para acusações de hacking. O Globo insiste em um argumento pragmático segundo o qual, a despeito da possível veracidade das acusações contra Moro e Dallagnol, da ilegalidade da obtenção da obtenção das provas e da força legal dos fatos supostamente comprovados pela Lava Jato, impede a reversão das condenações feitas no esteio da Operação, particularmente a do ex-presidente Lula.

O isolamento é tanto que hoje o site do qual não escrevo o nome, mas apenas o apelido de O Bolsonarista” diz que apenas eles e a Globo não abandonaram Moro.

É possível, a depender do teor e da forma do que vem por aí, que percam a companhia do império do Jardim Botânico.

O cogumelo global sabe que o bolsonarismo – território ao qual o morismo parece estar se reduzindo –  não é terra fértil para ela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s