Uncategorized

Bolsonaro reejeita resultado democrático na UFRGS e nomeia Amigo de apresentador de TV para Reitor

Bibo Nunes é puxa saco antigo de Bolsonaro.

Para Bolsonaro, Reitor tem que ser amigo dele e não aquele que foi eleito pela comunidade escolar. Aqui o Nomeado é “amigo do Bibo” e como tal, vira “amigo do rei miliano” assim que se conhecerem melhor.

Por conta da Covid-19, o processo eleitoral foi realizado pela primeira vez de forma online, totalizando 15.725 votos, sendo 2.605 votos de professores, 1.828 de técnico-administrativos e 11.292 de estudantes.

Pelas Regras estabelecidas no pleito, Rui Operman ganhou, Karla Müller ficou em 2º Lugar e com pouco mais de 10% dos votos, Bulhões ficou em terceiro.

Da desorganização da Educação Básica e nível médio, que não tem mais calendário nem coordenação nacional para retomada segura de aulas até o verdadeiro golpe no processo democrático de diversas universidades, a Educação Brasileira afunda vergonhosamente.

“As universidades devem ficar reservadas para uma elite”, diz Ministro da Educação” foi artigo que publiquei em 2019. O Ministro mudou, mas o objetivo não. E a Elite é a “dos amigos do rei miliciano”.

Bibo é uma espécie de TIRIRICA do Sul do País. Sempre tem muita gente que confunde política com palhaçada e acaba votando nesta gente. E não é só a política que paga a conta. Neste caso específico, a Educação pagará muito caro. Terminou a Educação. Agora é a Falta de Educação que vale. Ou seria educação, desrespeitar o voto democrático da Comunidade Escolar?

3 pensamentos sobre “Bolsonaro reejeita resultado democrático na UFRGS e nomeia Amigo de apresentador de TV para Reitor

  1. Não é bem assim.
    Não distorce os fatos.
    Fui aluno da UFRGS e lá o reitor é escolhido entre os 3 mais votados (lista tríplice) que é remetida para o presidente da Republica.
    Não existe nenhuma legislação que diga que o escolhido deve ser o primeiro da lista.
    Sempre foi assim.
    Aqui o curriculo dele (bem melhor que o daquelas figuras que nunca conseguiram passar num concursinho de juiz de 1a instancia como aquele ministro que o condenado nomeou no STF por exemplo)
    👇👇👇👇👇👇
    Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Alagoas, mestrado em Engenharia de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas, Engenheiro de Segurança no trabalho pela UFRGS e doutorado em Planejamento de Recursos Hídricos – University of Bristol, Inglaterra (1994), além de Pós-doutorado em Planejamento Ambiental na University of Califórnia, Davis, EUA (2002/2003). Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul com atuação no ensino de graduação em Eng. Civil, Eng. Ambiental e Eng. Hídrica e Pós-graduação (Mestrado e Doutorado) na Eng. de Minas, Metalúrgica e Materiais (PPGE3M – CAPES – 7), no Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional (PROPUR – CAPES 6), no Mestrado Profissional em Rede Nacional em Gestão e Regulação de Recursos Hídricos (ProfÁgua) com a Agência Nacional de Águas . Atua na área de métodos de gestão de recursos hídricos, recursos renováveis, recursos energéticos e meio ambiente, e infraestrutura, com ênfase no uso de técnicas analíticas (pesquisa operacional, modelos matemáticos, geoprocessamento e sensoriamento remoto) incorporando o fenômeno natural e os controles de engenharia, com condicionantes econômicos, políticos e institucionais. Com 36 anos de atividade ininterrupta graduou mais de uma centena de alunos e aulas para milhares de alunos, considerando sempre o aluno como a razão de ser de qualquer professor. Exerceu atividades administrativas e de representação, incluindo participação em órgãos colegiados da UFRGS (CONSUN, CEPE, Parque Tecnológico, COMGRAD-CIVIL e COMGRAD-AMBIENTAL), Direção do Centro Estadual de Pesquisas em Sensoriamento Remoto e Meteorologia (CEPSRM/UFRGS) ,Membro de Coordenação de Pós-Graduação (IPH, PROPUR e CEPSRM), Coordenador do Programa de Pós-Graduação do IPH/UFRGS, Representação da Secretaria de Relações Internacionais da UFRGS e Vice-Diretor do Instituto de Pesquisas Hidráulicas – IPH/UFRGS, Membro da Direção Regional da Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH) no Rio Grande do Sul, Representante da ABRH em Câmaras Técnicas do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, membro de diversos Conselhos Editoriais, Membro da Diretoria do Sindicato dos Engenheiros do Estado do Rio Grande do Sul – SENGE/RS, Ex-Conselheiro Titular da Câmara de Eng. Civil do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREA/RS e participação como consultor ad-hoc de órgãos financiadores de pesquisa, como CAPES, CNPq, FINEP, Comissão Fulbright, FAPERGS,FAPEMIG, FAPESP, FAPEAL , Banco do Brasil, Banco Santander e Petrobras. Cita-se também as distinções recebidas da Fulbright NEXUS ? EUA (Bureau of Educational and Cultural Affairs do Departamento de Estado dos Estados Unidos), Mendeleev – Russia, Fundação Rockefeller – EUA, Dalian Institute of Technology-China, Galilee Institute-Israel, Leadership for Environment and Development (LEAD) ? Inglaterra, United Nations University ? Japão, e na CAPNet – Rede Mundial de Capacitação em Gestão de Recursos Hídricos e em instituições brasileiras. É detentor de horarias técnicas como Embaixador do Instituto Trata-Brasil, Atestados (2) de serviços meritórios junto ao CREA-RS, e o Troféu Câmara Municipal de Porto Alegre, outorgado pela Câmara Municipal de Porto Alegre, entre outros. Participante em instituições filantrópicas, sociais e culturais no mundo. Deve-se, ainda, destacar atuação como Fulbright Scholar, Leadership For Environment and Development – LEAD Fellow e membro da CAPNet – Rede Mundial de Capacitação em Gestão de Recursos Hídricos. Também atuou em serviços periciais junto à Ministerios Públicos Estaduais e Federal. Atualmente é o Diretor do Instituto de Pesquisas Hidráulicas –

    Curtir

    • Desrespeito ao resultado democrático. Tem regra, teve eleição e o teu Dr . Em trocentas coisas não respeitou o essencial: A regra do jogo que ele jogou. E como a mudança que Bolsonaro beneficiou ele, ele jogou todo este monte de títulos dele no lixo da história. É questão de tempo ele ser registrado como lixo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s