Uncategorized

Corpos de Dom Philips e Bruno Pereira foram encontrados, diz mulher de Dom

Segundo jornalista, família recebeu comunicação da Embaixada Britânica; PF ainda fará perícia

Indigenista Bruno Pereira e jornalista britânico Dom Philips
Indigenista Bruno Pereira e jornalista britânico Dom PhilipsFoto: TV Globo/Reprodução

Alessandra Sampaio, mulher de Dom Philips – repórter britânico desaparecido na Amazônia junto com o indigenista Bruno Pereira, informou que os corpos dos dois foram localizados e serão periciados. A informação é do jornalista André Trigueiro.

Em suas redes sociais, Trigueiro informou nesta segunda-feira, 13, que recebeu uma ligação da própria Alessandra informando o fato. “Alessandra, mulher de Dom Phillips, acaba de me informar que foram encontrados os corpos do marido e do indigenista Bruno Pereira”, escreveu.

Ainda segundo Trigueiro, Alessandra recebeu informação da Polícia Federal de que os corpos ainda serão periciados antes de as identidades serem confirmadas. A Embaixada Britânica, porém, comunicou aos irmãos do inglês que os corpos se tratam de Dom Phillips e Bruno Pereira.

Pertences

No domingo, 12, a Polícia Federal informou que encontrou objetos pessoais de Dom e Bruno. Foram localizados um cartão de saúde em nome de Bruno Pereira; uma calça, um chinelo e botas pertencentes ao indigenista; botas e uma mochila pertencentes a Dom Philips contendo roupas.

Foto do cartão de saúde de Bruno Pereira. — Foto: Reprodução/GloboNews
Foto do cartão de saúde de Bruno Pereira. — Foto: Reprodução/GloboNewsFoto:

A União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja) acrescentou que localizou uma embarcação na área das buscas.

Entenda o caso

Dom Philips e Bruno Pereira são considerados desaparecidos desde 5 de junho no Vale do Javari, região amazônica perto das fronteiras do Peru e da Colômbia.

Imagens da operação de busca ao indigenista Bruno Pereira e ao jornalista inglês Dom Phillips
Imagens da operação de busca ao indigenista Bruno Pereira e ao jornalista inglês Dom PhillipsFoto: Divulgação/Comando Militar da Amazônia

O rastro dos dois perdeu-se quando viajavam da comunidade de São Rafael para a cidade de Atalaia do Norte, no Estado do Amazonas, aonde deveriam ter chegado na manhã de 5 de junho, segundo as primeiras investigações. Eles viajavam pelo rio Itaquaí em um barco novo, com 70 litros de gasolina, o suficiente para a viagem, e foram vistos pela última vez perto da comunidade de São Gabriel, a poucos quilômetros de São Rafael.

Um suspeito foi preso: “Pelado”, detido na sexta-feira, 10, depois de as autoridades terem encontrado vestígios de sangue num dos seus barcos. O pescador disse ter sido torturado pela Polícia Militar do Amazonas ao ser preso.

Suspeito de envolvimento em desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira é preso
Suspeito de envolvimento em desaparecimento de Dom Phillips e Bruno Pereira é presoFoto: TV Globo

A Terra Indígena do Vale do Javari, a segunda maior reserva indígena do Brasil, é conhecido por ser palco de conflitos entre indígenas e invasores. Segundo informações da Univaja, na qual Pereira atua como colaborador, o indigenista é alvo de ameaças constantes de madeireiros, garimpeiros e pescadores da região.

Jornalista veterano e colaborador do The Guardian, Philips vive no Brasil há 15 anos e já escreveu para vários outros veículos internacionais, incluindo Financial Times, New York Times e Washington Post.

Manifestantes e familiares de Dom Phillips participam de protesto na frente da embaixada brasileira em Londres
Manifestantes e familiares de Dom Phillips participam de protesto na frente da embaixada brasileira em LondresFoto: Reuters

* Com informações da DW

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s