Barbárie Guasca: RS tem 60 mil medidas protetivas por violência doméstica contra Mulheres em 6 meses e 55 foram assassinadas
Mulheres/Rio Grande do Sul/violencia

Barbárie Guasca: RS tem 60 mil medidas protetivas por violência doméstica contra Mulheres em 6 meses e 55 foram assassinadas

No primeiro semestre deste ano, 55 mulheres foram mortas por questões de gênero no RS, 11 delas estavam entre as 60 mil que tem “Medida Protetiva de urgência por Violência Doméstica contra a mulher. Nunca antes a violência esteve tão grande no país. Nunca antes a violência doméstica foi tão grande contra as mulheres no … Continuar lendo

Dirigente Sindical é vítima de Feminicídio em Brasília
Uncategorized

Dirigente Sindical é vítima de Feminicídio em Brasília

Cilma entrou na diretoria do Sindiserviços-DF em 2007. Natural de Codó (MA), a mulher foi eleita como efetiva do Conselho Fiscal. Participava, também, dos Congressos da CUT Brasília (CECUT/DF) e do Congresso Nacional dos Trabalhadores das Áreas de Serviços e Comércio Do Correio Braziliense Celmi foi brutalmente assassinada dentro de casa pelo companheiro – (crédito: … Continuar lendo

Feminicídios: É um incentivo à matança de mulheres casos como o da professora de Pelotas (Por Carlos Wagner)
Uncategorized

Feminicídios: É um incentivo à matança de mulheres casos como o da professora de Pelotas (Por Carlos Wagner)

Por Carlos Wagner no Blog Histórias Mal Contadas Existem muitos motivos para explicar o fantástico crescimento de 233,33% no número de assassinatos de mulheres no primeiro mês de 2020 comparado com janeiro de 2019. Mas um motivo em particular incentiva este tipo de crime, cujo nome técnico é feminicídio: a impunidade que ocorre quando a polícia … Continuar lendo

40% das mulheres que sofrem violência doméstica são evangélicas, diz pesquisa recente
violencia

40% das mulheres que sofrem violência doméstica são evangélicas, diz pesquisa recente

Da Revista GOSPELMAIS A violência doméstica é uma triste realidade no Brasil e uma pesquisa descobriu uma informação ainda mais alarmante: 40% das mulheres que se declaram vítimas de agressões físicas e verbais de seus maridos são evangélicas. A descoberta é resultado de uma pesquisa da Universidade Presbiteriana Mackenzie a partir de relatos colhidos por … Continuar lendo