Brasil/Mundo

Para mídia alemã o “homem das sombras” assume a presidência do Brasil

POR  no TIJOLAÇO

 spiegel

 

A chamada da Der Sipegel é precisa: o novo presidente do Brasil é um homem das sombras, dos acordos, dos conchavos, não um produto da luminosidade das ruas deste pobre país dos trópicos.

“Quase nenhum brasileiro votaria nele mas, de qualquer maneira, Michel Temer é agora o presidente. Com um gabinete completamente branco, totalmente masculino,representa a velha elite. Os líderes empresariais exultam.”

Não é uma opinião isolada. A Deutsche Welle, diz que “os mais importantes jornais e revistas alemãos “questionaram a legitimidade do impeachment, classificado-o com um processo com motivação política”.
Die Zeit diz que Temerconduz agora um governo que opera de maneira exatamente oposta àquilo que o povo escolheu ao eleger Dilma”
 “Até 2018, o Brasil terá que conviver com um governo que ninguém elegeu e que chegou ao poder de maneira altamente duvidosa. A democracia brasileira mergulha numa crise de confiança da qual vai demorar a se recuperar”
Já o importante Frankfurter Allgemeine Zeitung e o Sueddeutsche Zeitung dizem que Lula é tão vencedor deste processo, pelas possibilidade de um novo discurso antigolpista em 2018. Este último, famoso por ter descoberto o escândalo dos Panama Papers.
Dilma é uma das poucas políticas de alto escalão do país contra a qual não há acusações concretas de corrupção; e justamente o impeachment pode acabar por fortalecer o PT no futuro.
“Dilma falou repetidamente de um ‘golpe parlamentar’. Com isso, a estratégia de argumentação do PT para a próxima campanha eleitoral já está definida. Lula voltará a se candidatar […] – hoje o político mais popular e impopular do Brasil”, afirma. “Pode ser que com a destituição do governo do PT comece, ao mesmo tempo, o renascimento do partido”, conclui.

2 pensamentos sobre “Para mídia alemã o “homem das sombras” assume a presidência do Brasil

  1. Hoje me aparece lá no blogue um coxinha imbecil, idiota idiotizado ou oportunista golpista cretino e hipócrita, a dizer em um comentário que “A alternância de poder é salutar em uma democracia”.
    Não resisti: “Alternância de poder uma ova!!!
    Alternância de poder salutar em uma democracia pressupõe eleições. Pressupões vencer eleições e não aplicar golpes de estado. Golpe de estado não é nada de democracia. É coisa do poder do demo, podendo ser uma DEMO-cracia.
    Somente os idiotas ou os oportunistas golpistas, hipócritas e traidores da salutar democracia poderiam aceitar ou apresentar um argumento assim tão tacanho e cretino.
    Quanto a cretinice do corrompida legislação eleitoral brasileira, é outra história que em nada pode ser atribuída aos perfis de seus eleitores e sim à maquina ditadura/CIA/legisladores “fabricados” pela ditadura para preservar os interesses estadunidenses em nosso país.”

    Alternância de poder é uma ova
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2016/09/01/alternancia-de-poder-e-uma-ova/

  2. Eis. Como diz Caetano, só é possível filosofar em alemão. Os alemães pegaram o espírito da coisa. A direita reacendeu, rescussitou um PT que estava moribundo, contaminado pelo governismo pacholento, pelos acertos de interesses particularistas. O PT do Dirceu feneceu com o golpe. O PT dos militantes renasceu. O símbolo da campanha de 18 (com ou sem Lula – pois a insatisfação será muito maior que nomes carismáticos) pode ter como símbolo, uma fênix.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s