Uncategorized

“Reforma excluirá da Previdência boa parte da população rural, especialmente as mulheres”

rsurgente

Roberta Coimbra: “Se as mulheres urbanas fazem dupla jornada, as mulheres rurais fazem tripla jornada”. (Foto: Guilherme Santos/Sul21) Roberta Coimbra: “Se as mulheres urbanas fazem dupla jornada, as mulheres rurais fazem tripla jornada”.
(Foto: Guilherme Santos/Sul21)

A inclusão dos trabalhadores e trabalhadoras rurais na Previdência Social a partir da Constituição Federal de 1988, representou uma profunda transformação no padrão de proteção social brasileiro. Esse mudança beneficiou particularmente as mulheres que vivem e trabalham no campo. Até então, elas eram consideradas como “do lar”, que ajudavam o marido. Na verdade, desempenhavam (e seguem desempenhando) uma tripla jornada de trabalho que envolve a manutenção da casa, do espaço rural em torno da casa e também da produção que gera renda para a família. Essa foi a razão pela qual a aposentadoria das trabalhadoras rurais foi fixada em 55 anos de idade. A Reforma da Previdência, proposta pelo governo de Michel Temer, acaba com essa regra, estabelecendo a idade mínima de 65 anos, com tempo mínimo de contribuição de 25 anos…

Ver o post original 177 mais palavras

Um pensamento sobre ““Reforma excluirá da Previdência boa parte da população rural, especialmente as mulheres”

  1. Pingback: “Reforma excluirá da Previdência boa parte da população rural, especialmente as mulheres” | ALÔ BRASIL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s