democracia/Ditadura/Fascismo/Rio Grande do Sul

RBS e Governo escamoteiam a quebra da institucionalidade no caso da Agressão a Deputado

JefersonPara fugir da acusação de quebra institucional, Governo e RBS agora falam do problema da moradia no RS. Um Deputado foi agredido, algemado e preso em pleno exercício de sua função. Isto é Crime contra a Constituição. A Exoneração do Secretário de Segurança e do Comandante da Brigada é o mínimo que o Governo pode fazer. O Problema da Moradia é sabido de todos e justamente por isto Lula e Dilma criaram o Minha Casa Minha Vida, para as populações de mais baixa renda. Temer e Sartori cortaram o programa justamente para esta população mais carente. A incompetência administrativa, faz com que Prédios Públicos fiquem abandonados por anos. Era o caso deste prédio da Ocupação Lanceiros Negros. Abandonado a anos pelo poder público, em pleno centro de Porto Alegre, em 2015 foi ocupado por famílias de Sem Teto, trabalhadores e trabalhadoras que deram nova vida ao prédio e mais segurança para os demais moradores das imediações, já que antes o prédio poderia ser ocupado por marginais  e não ter exatamente o destino nobre que estava tendo com a ocupação. Tudo certo. Mas ali estava acontecendo uma Reunião da Comissão de Justiça e Direitos Humanos e o Deputado Presidente da Comissão foi agredido, algemado e preso, sem que sequer a reunião tivesse sido finalizada. E neste caso, a habitação, grave problema, passa a ser secundário, por que um Poder, o Executivo, mandou sua polícia invadir e agredir um outro poder instituído, o parlamento. Se a Polícia faz isto com Deputado, sem que nada aconteça, imagina o que faz e o que ainda fará com o povo. Foi curioso ver o Jornal do Almoço da RBS/GLOBO desta quinta-feira, destacando que o problema da moradia aflige milhares de pessoas na região metropolitana, mas secundarizou o violento ataque da Polícia a um Parlamentar e portanto a total quebra da institucionalidade vigente e o perigo que isto representa para a democracia.

O mínimo que se requer, é a exoneração do Secretário de Segurança e do Comandante da Brigada Militar, que autorizaram de forma desavergonhada esta agressão contra o Parlamento Gaúcho. Se nada acontecer com relação a eles, daqui para frente a violência só aumentará, e será contra todos que lutam por direitos.

3 pensamentos sobre “RBS e Governo escamoteiam a quebra da institucionalidade no caso da Agressão a Deputado

  1. À sua leitura, Luiz Muller, com todo respeito, sinto estranhezas próprias de quem se assusta pelos inusitados temas. Uma redação exige texto, contexto e lógica, sem o que o teor fica truncado ou, no no mínimo, confuso! Mas o seu texto, embora propositadamente truncado, não fica confuso, pois pode o leitor perceber que tudo decorre da sua ideologia de esquerda: confundir o leitor pouco inteligente é a melhor forma de trazê-lo para ficar com a gente … … … (até rimou!) Ora, voltando ao texto, a “falta de moradias” exige soluções próprias, nâo discursos de “deputados”, e o local teria que ser próprio! Fora disso é baderna e provocação, até porque é esse o método utilizado pela “esquerda”, de forma contumaz!!! Brasil, cuide-se!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s