Lula

#LulaPeloBrasil: A cada cidade em que a caravana passa, cresce a consciência do povo e o apoio a Lula

Lula Pelo Brasil

Parada em Banabuiú, no Ceará. Foto: Ricardo Stucker. Muitas paradas não previstas são provocadas pela população e por autoridades que querem se encontrar com Lula

O Professor Emir Sader escreve o diário da caravana LULA PELO BRASIL.

Publico o realeto de hoje do Prefessor;

O Lula sempre comeca o dia com entrevista mais longa para alguma radio local. Ontem saimos às 10 da manha de Quixadá, paramos primeiro na Usina de Biodiesel da Petrobras, criminosamente fechada agora. Lula fez discurso na porta da usina, colocou a camisa deles, com os dizeres “Queremos nossa usina de volta”. La se encontrou, entre tanta gente, com um velhinho cego, ficou conversando com ele, até que lhe perguntou: Voce sabe quem sou eu? Recebeu a resposta: Não. Eu vim encontrar o Lula. E o Lula lhe disse: Eu sou o Lula, e deu um daqueles abracos apertados no velhinho, muito emocionados os dois. A viagem deveria demorar 3 horas, com duas paradas, mas demorou 10 horas, com 6 paradas, em cidades que a gente nunca tinha ouvida falar, como Solonopole, Icatu, Banabuiu, Quixelo. Os prefeitos entram no onibus antes e colocam o Lula a par da situacao da sua cidade. O Lula deveria falar pouco, mas acabou falando 7 vezes, incluindo o discurso na entrega do titulo de doutor honoris causa da Universidade Regional do Cariri, que foi feita no propio palco do ato, com a congregacao se instalando no palco. Titulo dado pela Violeta Arraes, irma do Miguel Arraes, quando era reitora, em 2002, mas que o Lula não tinha recebido, porque decidiu nao receber nenhum titulo quando era presidente. Tudo o que Lula faz é registrado pelo seu fotografo histórico, o Ricardo Stuckert, que usa câmera fotográfica, celular e um drone, para filmar tudo. Ele é a sombra do Lula, por onde quer que o Lula vá’. E’ um fotografo extraordinário, vale muito a pena ver a pagina dele, as fotos que ele tira dos povos indígenas e da natureza amazônica em particular. Ele me disse que, quando pode, foge o fim de semana, como fez em agosto, pro Acre, para essas fotos. Hoje vamos visitar uma estrada usada pelo Padrinho Ciço e ai saímos para duas cidades de Pernambuco, nua especie de triple fronteira entre o Ceará, Pernambuco e o Piaui, visitamos Araripina, onde se deu o famoso encontro histórico entre o Padre Ciço e o Lampiao. Entramosna reta final do mais importante processo de mobilização popular e de consciência politica que o pais ja conheceu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s