Porto Alegre

A própria Prefeitura diz que Carris é a melhor empresa. Mas Marquezan quer vendê-la. Golpe contra o povo!

Carris 1No próprio site da Prefeitura a constatação: A Carris é a empresa com a melhor qualidade de Transporte de POA. Muito melhor que as privadas. Mas Marchezan quer privatizá-la. Ou seja, quer entregar a Carris a iniciativa privada. E os dados já mostram por si mesmos: Não vai melhorar. Vai piorar. E quem diz é a própria Prefeitura. Mas de abril para cá, o esforço da gestão municipal tem sido prejudicar a empresa, atrasando inclusive a assinatura do Contrato de manutenção dos Ônibus. Há uma ação deliberada pelo Prefeito de não arrumar e consertar ônibus, tudo com o objetivo de mudar a opinião das pessoas e do técnicos com relação a empresa. Na verdade é uma Gestão que quer entregar a cidade a iniciativa privada. A Carris Estatal, hoje obriga as próprias empresas privadas a prestarem melhores serviços. A Carris regula de uma certa forma a qualidade do transporte público. Se ela for privatizada, o povo ficará a mercê da sanha de lucro das empresas privadas.

Leia a Matéria completa clicando neste link http://www.carris.com.br/default.php?p_noticia=999189602

Mas com seguro morreu de velho, antes que o Marchezan mande seus cupinchas do MBL retirarem do Site, publico a seguir a matéria na íntegra:

Carris lidera índices de qualidade do transporte público

Foto: Ricardo Giusti/PMPA

No trimestre, a Companhia foi a empresa com menor número de reclamações

A Companhia Carris Porto-Alegrense foi a empresa de transporte público que apresentou, no primeiro trimestre de 2017, os melhores índices de qualidade do serviço ofertado à população de Porto Alegre. Entre as medições estão o Índice de Viagens Realizadas (IVR), Pontualidade (ICV) e Reclamações de Passageiros. A Companhia também apresentou o Índice de Disponibilidade de Frota conforme o planejado no período e foi a operadora que menos recebeu multas da EPTC por descumprimento da tabela horária – apenas 64 de um total de 1.750 aplicadas.

Reclamações:

2017/Grupo Carris Consórcio 1 Consórcio 2 Consórcio 3
Janeiro 231 298 604 418
Fevereiro 133 259 528 301
Março 309 449 1446 564
Total 673 1006 2578 1283

Nos primeiros três meses do ano, a Carris foi a empresa com menor número de reclamações no comparativo com os outros consórcios – referidos aqui como consórcios 1, 2 e 3. Só em fevereiro, o grupo de empresas com mais reclamações (consórcio 2) apresentou números quase cinco vezes maiores.

No total do trimestre, a Carris também aparece como a empresa com menos reclamações – foram quase quatro vezes menos do que o consórcio 2, que apresentou o maior número. Os outros dois grupos de empresas apresentaram respectivamente 1,9 vezes mais reclamações (consórcio 3) e 1,4 vezes mais manifestações de insatisfação (consórcio 1).

ICV (Índice de Cumprimento de Viagens)

2017/Grupo Carris Consórcio 1 Consórcio 2 Consórcio 3 Sistema
Janeiro 91,99% 90,77% 91,14% 83,33% 89,08%
Fevereiro 91,15% 88,15% 89,68% 82,84% 87,64%
Total 91,57% 89,46% 90,41% 83,09% 88,34%

No total do bimestre, a Carris foi a empresa com maior índice de cumprimento de viagens, indicador avaliado pelo órgão gestor através do sistema Soma que mostra quando o ônibus está chegando na parada no horário previsto. Nos dois meses, 91,57% das viagens da Carris foram cumpridas. O consórcio 3, grupo que apresentou o desempenho mais baixo, cumpriu 83,09% das viagens. Os outros grupos apresentaram, respectivamente, ICV 89,46% (consórcio 1) e 90,41% (consórcio 2). A média de viagens cumpridas no sistema ficou em 88,34% no período.

Índice de Viagens Realizadas – Outro indicador utilizado pela operação da Carris para medir a qualidade do serviço oferecido à população é o IVR, que mede a quantidade de viagens que foram realizadas, sem considerar cumprimento do horário (que pode variar em segundos ou minutos). Nos três primeiros meses do ano, o IVR da Carris se manteve em quase 100%. Ao todo, 99,47% das tabelas previstas realizaram a viagem.

Isenções – A Carris continua transportando maior número de passageiros com isenção ou desconto, embora opere 22% do sistema. De todos os passageiros que utilizaram a segunda passagem gratuita nos dois três meses de 2017, 30% deles foram transportados pela Carris. Os consórcios 1, 2 e 3 transportaram, respectivamente, 24,96%, 25,45% e 19,48% dos passageiros que utilizaram a segunda passagem gratuita no período.

Multas – Em 2017, a EPTC já aplicou 1.750 multas por desrespeito à tabela horária. Desse total, a a Carris recebeu 64 (os números são de 11/04/17).

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s