política

Nos 41 anos de sua morte, procure saber quem foi João Goulart pra entender quem é quem hoje

joão goulart

Por João Goulart Neto

Hoje completa 41 anos da morte de meu avô o Presidente João Goulart. Torna-se essencial hoje diante da intolerância que lamentavelmente separam nossa sociedade ideologicamente, é essencial refletirmos este grande homem. Um grande homem que lutou pela Unidade Nacional é por ela pagou com sua vida sendo o único presidente a morrer no exílio. Tinhamos tudo para ser uma potência mundial se as Reformas de Base tivessem sido levadas adiante. Jango não caiu por ser um presidente fraco. Se assim fosse não o teriam derrubado, faltavam poucos meses para as novas eleições. Ele cai justamente por propor as Reformas que tornariam este pais hoje em uma superpotência. É lamentável a preguiça de muitos que sequer abrem um livro de história e não se esforçam nem um mínimo para saber mais sobre a vida política e humana de João Goulart. De minha parte seguirei sempre com orgulho o exemplo deste trabalhista sonhando com um pais com mais Justiça Social.
A história nos demostra que quando de perde a memória e se oculta a verdade, os povos voltam a repetir às tragedias de seu passado.

joão goulart

João Goulart Neto 

 

Um pensamento sobre “Nos 41 anos de sua morte, procure saber quem foi João Goulart pra entender quem é quem hoje

  1. Senhor João Goulart Neto, logicamente o senhor não conheceu seu avô, conforme demonstra em seu comentário. João Goulart foi, sim, um homem bom! Tão bom que os seus companheiros dele abusavam e abusaram, a ponto de ele, enfraquecido, sucumbir e perder o poder de Presidente da República em momento conturbado da história nacional, decorrente da covarde renúncia de Jânio Quadros. Tão bom ele era que, para evitar-se crise pior para o País, consentiu na transformação do regime de governo, vindo a tornar-se Presidente da República ao lado de um Primeiro Ministro recém nomeado sob o novo “parlamentarismo” (Tancredo Neves)! A baderna generalizada que seus correligionários promoviam, em frontal desrespeito a ele, o Presidente, é que forçaram a intervenção militar de 64, levando-o à deposição por força da flagrante ingovernabilidade! A “meta” dos baderneiros – não de João Goulart, era a imposição de um regime forte, à moda comunista, no Brasil, do que os Militares nos salvaram! Sua “interpretação” da história é absolutamente inconsistente! João Goulart foi, sim, um grande brasileiro que, heroicamente, abdicou de seus direitos para evitarem-se conflitos e tumultos maiores, prejudiciais aos interesses nacionais. À sua sombra “correligionários” famosos tudo faziam para que o nosso País se tornasse para o regime comunista, o que, felizmente, não conseguiram. Personagens famosos, como Dilma e outros, participaram das tramoias e badernas daquela época!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s