comunicação/mídia

Na versão da mídia greve foi “transtorno”. Para Trabalhadores a esperança de poder se aposentar!

FlorianópolisMobilizações e Greves de 19/02 garantiram suspensão da votação da Reforma da Previdência. Mas a mídia de SC, como do Brasil, deu a mentirosa versão de sempre. Em Florianópolis os trabalhadores de vários setores pararam, incluindo os motoristas e cobradores. A narrativa da imprensa e da mídia foi a usual: não teriam sido mobilizações em defesa de direitos, mas “transtornos” e até mesmo paralisações “criminosas”. Mas Floripa parou. E só assim é possível mostrar a população que há gente em luta. Esta que é a narrativa. O melhor seria todos terem clareza de que seus direitos estão sendo usurpados, mas a cultura individualista e meritocrática criada na cabeça das pessoas pela narrativa da mesma grande mídia não deixa as pessoas pensarem em possibilidades de ações coletivas até mesmo para a defesa do que é direito individual como a aposentadoria. Por isto este blogueiro tem insistido e que a Política de Comunicação é Estratégica. E precisa ser feita permanentemente. Os Sindicatos deveriam fazer informativos pequenos e didáticos e mostrarem print’s desta narrativa da mídia e contrapor a narrativa dos que lutam pelos direitos de todos, que estão sendo surrupiados com o apoio da mesma grande mídia e distribuir nos locais e públicos com maior acesso a estes jornais. Desmascarar a narrativa da Globo e da mídia tradicional é uma forma de luta fundamental. Senão, por maiores que sejam as mobilizações e até mesmo conquistas, como esta da Previdência, passarão aos olhos do povo só como “transtornos” provocados por vândalos. A comunicação é o instrumento pelo qual a Classe Dominante impõe sua narrativa e impõe sua cultura sobre os trabalhadores. Por isto a Informação é fundamental. Mas a contra informação também é. E com conteúdo, que é para as pessoas poderem tirar suas próprias conclusões não sobre a versão da grande mídia mas sobre a verdade contida nos fatos.

Parabéns aos trabalhadores e lutadores de Floripa, que conseguiram parar a cidade. A luta no entanto continua. E ela se dá muito no campo da comunicação. Informação e Contrainformação tem que ser rápidas, e quando possível imediatas. Comunicação não é só jornalismo. Comunicação é política e sua arma é a linguagem e a imagem. Mais do que ser, ela faz parecer ser, mesmo que não tenha sido isto que ela diz. A não ser que a gente apresente outra versão. Aí as pessoas vão reaprender a pensar. A outra versão neste caso, é mostrar esta falsa narrativa ladeada por esta outra, da grande vitória que conquistaram estas mesmas mobilizações que a mídia diz que foram “transtornos” e até “paralisações criminosas”

Florianópolis 2

Florianópolis 3

Florianópolis 4

2 pensamentos sobre “Na versão da mídia greve foi “transtorno”. Para Trabalhadores a esperança de poder se aposentar!

  1. É sempre assim, vêm os trabalhadores buscando seus direitos e e vem um FDP agredir com essas manifestações e seus protagonistas. Penso que estes agressores são muito bem pagos para desorientar e distorcedor os movimentos. Concordo que temos de estar atentos na contra informação saindo na frente com os folhetos e Banners informando com antecedência . Invadir as páginas sociais dos nossos amigos que são indiferentes ou contra os movimentos sociais ou que sejam declaradamente coxinhas. Jogar muita informação é importante. Transformar coxinha em simpatizantes, é árduo, mas o a insistência colherá seus frutos. .

    Curtir

  2. Pingback: Na versão da mídia greve foi “transtorno”. Para Trabalhadores a esperança de poder se aposentar! | Luíz Müller Blog – P Q P……….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s