Petrobrás

Em leilão hoje, Petrobras entrega pré-sal para petroleiras internacionais, denuncia FUP

Dieese constatou que são campos com óleo de alta qualidade e “com o preço saindo em torno de R$ 0,23 (Por Barril)  para quem for comprou”. E era da Petrobras, mas foi escandalosamente entregue hoje as multinacionais em Leilão na Bolsa de Valores no RJ. E o Petróleo já esta chegando a 80 dólares o Barril)

“O ilegítimo e golpista Michel Temer (MDB-SP) entregou o pré-sal brasileiro nesta quinta-feira (7), na 4ª Rodada de Partilha da Produção do Pré-Sal, realizada no Rio de Janeiro. As estrangeiras Shell, ExxonMobil, Chevron, BP Energy, Petrogal, Statoil (estatal norueguesa) foram as vencedoras das três de quatro áreas nas bacias de Campos e Santos oferecidas pelo governo. Uma delas, Itaimbezinho, ficou sem ofertas. A arrecadação do leilão foi de R$ 3,15 bilhões. O total arrecadado foi de R$ 3,15 bilhões”, denuncia a Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Enquanto o governo comemora a presença de petroleiras internacionais na exploração do patrimônio público brasileiro, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) alerta que o pré-sal a ser leiloado é de altíssima qualidade.

“Em estudo, o Dieese [Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos] constatou que são campos muito promissores, com óleo de alta qualidade e com o preço do barril saindo em torno de R$ 0,23 para quem for comprar”, explicou Simão Zanardi, coordenador-geral da FUP.

“O bônus que está sendo dado ao governo brasileiro é baixíssimo, ou seja, é um negócio da China para quem ganhou a licitação”, completou.

Nesta rodada, o governo ofereceu as áreas:

– Uirapuru (Santos) – consórcio vencedor ExxonMobil, Petrogal, Statoil (estatal norueguesa);

– Três Marias (Santos) – consórcio vencedor Chevron e Shell;

– Dois Irmãos (Campos) – consórcio vencedor Statoil e BPN Energy;

– Itaimbezinho (Campos), o bloco menos valioso da rodada, foi o único que não teve nenhum interessado.

A licitação deu prosseguimento ao calendário de privatizações, mesmo após a crise nacional gerada a partir da paralisação de mais de sete dias dos caminhoneiros e da greve de advertência dos petroleiros, que exigem mudanças na política de preços dos combustíveis e do gás de cozinha.

Em entrevista à imprensa, o presidente da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Felipe Kury, disse estar bastante otimista com o leilão, menosprezando a convulsão social causada pela exploração que a política de preços adotada por Pedro Parente, ex-presidente da companhia, provocou em todo o país, ocasionando prejuízos econômicos tanto no bolso da população quanto na indústria e comércio.

Para Simão Zanardi, esse leilão significa, mais uma vez, que o governo ilegítimo de Temer está cometendo um crime contra a soberania nacional e que não mudou em nada a política entreguista.

“Saiu [Pedro] Parente e entrou Ivan Monteiro, mas a política de privatização da Petrobras e do petróleo brasileiro ainda continua”, disse o dirigente.

Com informações do Blog do Esmael

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s