Movimentos sociais/Porto Alegre

Viva Gasômetro sugere melhorias para o Centro Histórico

Da Camara de Vereadores de POA

Coordenadora do Movimento Viva Gasômetro, Jaqueline Sanchotene utilizou, na tarde desta segunda-feira (9/7), a Tribuna Popular da sessão ordinária, na Câmara Municipal de Porto Alegre. Na oportunidade, além de agradecer pelas obras da Orla Moacyr Scliar – recentemente entregues pela Prefeitura à cidade -, ela elencou oito sugestões de ações que, na opinião da entidade, deverão contribuir para tornar o Centro Histórico e a região do Gasômetro ainda mais agradáveis. “Estamos à disposição para auxiliar nessas novas conquistas”, salientou a oradora.

Na lista de propostas do Viva Gasômetro, estão a efetiva implantação do Corredor Parque Gasômetro, espaço já previsto no Plano Diretor da cidade; e do Largo Cultural do Gasômetro, também incluído no Plano Diretor, mas ainda carecendo de Lei Complementar. Para o Largo, solicitou a inclusão de obras de enterramento da fiação elétrica da Rua General Salustiano, além da restauração de fachadas de casas antigas existentes nessa via. Conforme Jaqueline, haveria na Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb, ex-Smov) verba para que as redes elétricas viessem a ser instaladas subterraneamente naquela área.

As propostas tiveram sequência com sugestão de encampação municipal de prédio da esquina da Rua General Salustiano com a Rua Riachuelo. “Esse casarão pode ser aproveitado como centro de informações para o Projeto Orla e o Cais Mauá”, destacou a representante do Movimento. Atenção ao local ao lado da Câmara Municipal previsto para a construção da sede da Ospa e ao Viaduto da Otávio Rocha, e também aos moradores de rua que habitam nessas duas áreas – que devem ser atendidos pela assistência social, como enfatizou Jaqueline -, foram outros dos pontos citados.

Concluindo as sugestões do Viva Gasômetro apresentadas na sessão, estão a recuperação da Escadaria da João Manuel, a implantação de linha do Bonde Histórico, num resgate das memórias da cidade, e a efetiva implantação do Projeto Cais Mauá. “Este, sabemos que é de coordenação do Estado, mas acredito que o Legislativo e o Executivo municipal têm muito peso nesta obra”, afirmou. “Essas são nossas sugestões. Estamos prontos para conversar e, dentro das possibilidades, auxiliar no que for preciso”, finalizou Jaqueline.

Texto: Helio Panzenhagen (reg. prof. 7154)
Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s