Eleições

Haddad acusa Bolsonaro de criar organização criminosa para enviar notícias falsas por WhatsApp

RIO DE JANEIRO (Reuters) – O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, acusou nesta quinta-feira o adversário no segundo turno da disputa pelo Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PSL), de criar uma organização criminosa com empresários para enviar notícias falsas contra a campanha petista pelo aplicativo WhatsApp.

Haddad, em evento em São Paulo 17/10/2018 REUTERS/Amanda Perobelli

Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta quinta-feira, empresas estão comprando pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT e de apoio a Bolsonaro no WhatsApp, com contratos de até 12 milhões de reais. A prática é ilegal, segundo a Folha, pois se trata de doação empresarial para campanha.

“O jornal comprova que o meu adversário Jair Bolsonaro, deputado há 28 anos, organizou, criou uma organização criminosa de empresários que, mediante caixa dois, dinheiro sujo, está patrocinando mensagens pelo WhatsApp mentirosas”, disse Haddad em entrevista à rádio Tupi, do Rio de Janeiro.

“Nós vamos pedir providências para a Justiça Eleitoral e para a Polícia Federal para que esses empresários corruptos sejam imediatamente presos para parar com essas mensagens de WhatsApp… Fazer conluio com dinheiro para violar a vontade popular é crime, as mensagens que ele está mandando por WhatsApp são todas pagas com caixa dois e ele vai ter que responder por isso”, acrescentou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s