Capitalismo/economia/Rio Grande do Sul

Yoki fecha Fábrica no RS, demite 300, e escancara descaso da empresa e de Eduardo Leite com trabalhadores gaúchos

Mas Guedes no Brasil, e o tucano Eduardo Leite por aqui defenderam com unhas e dentes as Reformas Trabalhista e da Previdência, tirando centenas de direitos dos trabalhadores que já constavam até na constituição. OS trabalhadores perderam os direitos e agora perdem os empregos. Mas não vai faltar gente dizendo que é por causa da Pandemia.

Mentira.

A lógica “neo liberal” é tirar o máximo possível de lucro no menor tempo possível, custe o que custar. E o Lucro vem de onde? Dos produtos produzidos por…trabalhadores. Ou alguém já viu o dono da Yoki dando “uma banda” nas fábricas dele? Nem passeia por elas e nem sabe onde ficam. Pra ele tanto faz. Ele quer é o maior lucro possível. E pra isto explora os trabalhadores o quanto é possível. Em outras palavras, chupa deles tudo que eles tem pra dar, e depois cospe fora o bagaço. Não tá nem aí se estes 300 trabalhadores não vão mais comprar nada na cidade de Nova Prata ou na região onde moram. Não tá nem aí se o mercadinho do Bairro onde os trabalhadores compravam, já não vai mais ter como vender pra quem agora tá desempregado e agora vai reduzir seu ganho e talvez em alguns casos até demitir algum atendente ou balconista. Quem deveria se preocupar com isto é o Governo, no caso o Eduardo Leite, por que se uma fábrica destas vai embora, ela deixa desempregados e também diminui a arrecadação do Estado, não só pela empresa que foi embora, mas também do mercadinho que usei no exemplo.

Mas Leite não faz nada. Pra ele isto é só uma “reestruturação” do mercado. E ele quer é saber do mercado, não dos trabalhadores que produzem para pagar seus próprios salários e junto o lucro dos empresários. A Yoki é só mais um exemplo. A gente já falou de alguns neste Blog aqui. Enquanto o povo não acordar e continuar elegendo gente que tem compromisso com “o mercado” e não com quem trabalha, os trabalhadores, muita coisa coisa igual ainda vai acontecer.

Tem que desenhar? (Até aqui o comentário do Blogueiro)

Segue matéria da Zero Hora dando conta de mais uma tragédia anunciada pelas atitudes, ou pela falta delas, por parte do Governo Estadual e Federal:

A empresa concentrará a produção de pipoca nas fábricas de Minas Gerais
Luciano Zanella / Agencia RBS
Fábrica da Yoki em Nova Prata (foto de arquivo)Luciano Zanella / Agencia RBS

fábrica da Yoki localizada em Nova Prata, na serra gaúcha, encerrará as atividades no mês de maio. A decisão da General Mills, dona da marca, foi comunicada oficialmente nesta segunda-feira (11) à prefeitura e à comunidade pelas redes sociais.

Segundo nota da companhia, ocorrerá reestruturação em parte das operações no país. A partir de maio, a empresa concentrará a produção de pipoca na cidade de Pouso Alegre (MG). A companhia afirma que vai acelerar o crescimento dos negócios no Brasil, apontado como um dos mercados prioritários.

Trezentos trabalhadores que hoje atuam na unidade serão demitidos. A empresa promete aos funcionários assistência e pacote de benefícios negociado junto ao sindicato. Por meio de nota, também garantiu aos produtores locais parceiros que todos os acordos e compromissos serão cumpridos.

A prefeitura de Nova Prata deverá se manifestar oficialmente sobre o fechamento da firma nesta terça-feira.

Confira a nota oficial da General Mills

“Para ampliar a capacidade produtiva, otimizar sua cadeia operacional e oferecer melhor nível de serviços a todos os seus clientes no Brasil, a General Mills anuncia reestruturação em parte das suas operações no país. Os ajustes fazem parte de uma estratégia que prevê acelerar o crescimento dos negócios da empresa no Brasil, um dos mercados prioritários para a organização.

A partir de maio, a empresa concentrará sua produção de pipoca na cidade de Pouso Alegre/MG, o que ocasionará o encerramento das atividades da fábrica de Nova Prata/RS.

Os funcionários afetados receberão toda a assistência da General Mills nesse período de transição, e a empresa está empenhada em oferecer o melhor pacote de benefícios, negociado junto ao Sindicato. Ciente da importância da fábrica na economia local, a General Mills está comunicando a decisão aos produtores parceiros, e todos os acordos e compromissos serão cumpridos.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s