América Latina

Declaração do Seminário Evangélico de Teologia de Matanzas/Cuba sobre a situação cubana atual

Publicado originalmente pela Agência Ecumênica de Comunicação da AL e Caribe, a Declaração que publico na íntegra a seguir, é uma interpretação da realidade cubana vista de dentro de Cuba, sem ser a do Governo Cubano, mostrando em primeiro lugar, que não há repressão a comunicação do que não advenha do Partido, como tenta fazer crer a mídia ocidental. Em segundo lugar, mostra que há problemas sim em Cuba, mas que eles são advindos principalmente do Bloqueio econômico comandado pelos EUA há 60 anos e que não parou, pelo contrário, parece ter aumentado com Biden.

Segue a Declaração na Íntegra:

Seminário Teológico Matanzas

CUBA-

“Vivemos uma aguda crise econômica e de valores desde o“ período especial ”(anos 1990), quando a União Soviética e os países socialistas do Leste Europeu foram dissolvidos, dos quais ainda não conseguimos nos recuperar. Ao longo de todos esses anos, essa crise foi agravada por diversos fatores. Por um lado, a política agressiva dos governos dos Estados Unidos contra Cuba, particularmente durante o governo Donald Trump, que impôs 242 medidas contra nosso povo para tentar nos afogar, muitas vezes durante a pandemia de COVID. -19 ”, diz a carta do Seminário Evangélico de Teologia de Matanzas-SET – assinada pelo seu Reitor, Carlos E. Ham S.

Aqui está a carta completa:

Queridos hermanos y queridas hermanas de iglesias e instituciones contrapartes del SET, les saludamos en nombre de nuestro común Señor Jesucristo, a la vez que les damos muchas gracias por sus expresiones de preocupación y por sus oraciones en relación con la situación actual por la que atravesamos em nosso pais.

Vivemos uma aguda crise econômica e de valores desde o “período especial” (anos 1990), quando a União Soviética e os países socialistas do Leste Europeu foram dissolvidos, dos quais ainda não conseguimos nos recuperar. Ao longo de todos esses anos, essa crise foi agravada por diversos fatores.

Por um lado, a política agressiva dos governos dos Estados Unidos contra Cuba, particularmente durante o governo Donald Trump, que impôs 242 medidas contra nosso povo para tentar nos afogar, muitas vezes durante a pandemia de COVID. Na sessão de 23 de junho da Assembleia Geral das Nações Unidas, 184 nações votaram a favor da Resolução cubana contra o bloqueio, com 2 votos contra e 3 abstenções.

Por outro lado, a pandemia COVID-19, que trouxe várias consequências negativas: a lamentável perda de entes queridos, que tem um grande impacto emocional nas pessoas. Mas, além disso, o Estado perde milhões de dólares principalmente com a queda do turismo e ainda investe milhões de dólares para tentar curar e salvar as pessoas. Exemplo significativo disso é o desenvolvimento da investigação científica e a produção de cinco vacinas candidatas contra a COVID-19 (Soberana 01/02 / Plus, Abdala e Mambisa). Cuba autorizou recentemente sua vacina Abdala, em meio ao pior surto da pandemia. O projeto apresentou eficácia superior a 92% com a aplicação de três doses na última fase de testes clínicos e se torna a primeira vacina da América Latina. Porém,

E, por fim, a crise foi intensificada pelas medidas econômicas tomadas pelo Estado no início deste ano. Mesmo quando os salários aumentaram e a promessa de que ninguém ficará desamparado foi reiterada, a verdade é que a população às vezes tem que pagar cinco vezes mais por comida e luz, água, gás e serviços de telefone., Etc.

Nos últimos dias, principalmente no último domingo, 11 de julho, ocorreram distúrbios, protestos e vandalismos, causados ​​principalmente por muitas insatisfações acumuladas, em todos esses anos, que se agravaram nos últimos meses, mas também porque foram incentivadas e promovidas de fora de do país (de forma muito oportunista) e também de dentro da nação, através das redes sociais. Mesmo que esses distúrbios não existam mais no país como ocorreram no domingo passado, há uma “calma tensa”.

Como igrejas estamos intercedendo pelo nosso povo, consolando, cuidando, produzindo e compartilhando sentido, oferecendo uma mensagem de fé (força e esperança), de diálogo, reconciliação e paz com justiça. Além disso, oferecendo ‘solidariedade e testemunho’, realizando trabalhos de diaconia ou serviço (através dos projetos Águas Vivas, ajudando na alimentação dos mais vulneráveis, servindo na lavanderia, principalmente os idosos).

No caso do SET, no passado mês de Junho, o único Hospital Pediátrico da província de Matanzas ultrapassou a sua capacidade máxima. O Ministério da Saúde Pública da província solicitou ao Seminário que funcionasse como centro anexo ao hospital de acolhimento de crianças suspeitas de COVID-19, com os respectivos acompanhantes, o que foi acordado, seguindo a longa tradição de serviço à sociedade civil de Matanzas de nossa instituição.

No dia 20 de junho, foi realizada uma reunião conjunta e intensos esforços foram feitos para criar as condições no edifício de visitantes, protegendo também os membros da nossa comunidade e as propriedades. Foi possível habilitar 120 capacidades distribuídas para crianças com pacientes positivos para a doença, crianças com suspeita de doença e um familiar acompanhante. Além disso, são atendidos adultos, suspeitos e positivos para COVID, além de uma equipe de 10 pessoas, médicos e enfermeiras para atendimento hospitalar. Desde 21 de junho, a unidade está ocupada ao máximo, dispensando aqueles que se recuperaram, mas também transferindo aqueles que necessitaram para a unidade de terapia intensiva.

No momento, 10 trabalhadores da SET estão trabalhando nas diferentes áreas. A equipe da cozinha prepara diariamente a comida para 140 pessoas, que inclui café da manhã, almoço, almoço e dois lanches. Além disso, embora o Ministério da Saúde Pública esteja facilitando toda a logística, inclusive a alimentação, a SET provê a infraestrutura, cobrindo suas despesas.

Na ordem educacional, o campus de Matanzas está fechado e nosso Instituto Ecumênico Superior de Ciências das Religiões (ISECRE) continua a funcionar de forma virtual mesmo em meio às “férias”. Estamos nos preparando para iniciar o novo ano letivo 2021-2022 na segunda-feira, 30 de agosto e estamos aprendendo a realizar os processos de ensino / aprendizagem a distância para os quais agradecemos o compartilhamento de práticas de instituições irmãs no exterior com mais experiência. Entendemos que o grande desafio para nós hoje é a formação de um renovado pastorado e liderança nas igrejas e em outras expressões religiosas que servem em Cuba, para os novos tempos, para este Kairos. de nossa nação, em um período pós-COVID que não será mais o mesmo e para participar proativamente da nova sociedade que estamos tentando construir.

Agradecemos imensamente o seu apoio consistente e solidário, através de suas orações e através da advocacia pública para levantar o bloqueio, que até prejudica diretamente nossas relações de missão bilateral, por dificultar o envio de recursos financeiros ao nosso Seminário, inclusive de outros países, devido ao seu caráter extraterritorial natureza. Solicitamos uma campanha internacional que se oponha a uma possível intervenção militar contra nosso país, instigada por políticos dessa nação, especialmente de origem cubana. Agradeceremos também doações de medicamentos e alimentos para os quais enviaremos as instruções em breve.

Muito grato, seu irmão em missão,

Um pensamento sobre “Declaração do Seminário Evangélico de Teologia de Matanzas/Cuba sobre a situação cubana atual

  1. Não dá psra ser CRISTÃO sem a solidariedade c/os povos que sofrem opressões no mundo. Aí se inclui o pobo cubano.
    Gostaria que a minha Igreja Metodista brasileira estive conversando sobre isto com a Igreja Metodista Norte Americana.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s