internet/Redes Sociais

A Guerra em Casa (Por Lúcio Uberdan)

Dias atrás comentei sobre a percepção democrata que a mobilização Trumpista na rede permanecia muito alta, mesmo após a derrota eleitoral. Hoje formadores de opinião da rede Democrata denunciam que se alastra na internet pedidos de impeachment de Biden pela desastrada saída do Afeganistão.

Historicamente no Brasil a esquerda monta times de internet amplos e qualificados no período eleitoral, com ritmo, produtividade e orientado a resultados, mas desmontam esses times um dia após a eleição e voltam para formato tradicional, geralmente de baixa produtividade e resultado. Em 2022 essa política vai ter que mudar. A guerra de guerrilha no digital é “para sempre”.

NEW WAR ROOM: 2022 SERÁ UMA LOUCURA.

Steve Bannon quer transformar o Brasil no próximo campo de batalha do MAGA. O ex-gerente de campanha de Trump, Steve Bannon, indiciado por fraude e lavagem de dinheiro, está planejando um retorno a político participando da eleição do Brasil.

Bannon teve um encontro recente com Eduardo Bolsonaro, filho de Bolsonaro, durante simpósio de ultradireita do empresário Mike Lindell. Segundo Bannon: a corrida presidencial do Brasil é a “segunda eleição mais importante do mundo e Bolsonaro vencerá a menos que seja roubado”. Segundo estrategista, “Lula é o esquerdista mais perigoso do mundo, um criminoso, um comunista apoiado por toda a imprensa norte-americana”.

Em seu podcast semanal, Bannon vem atacando o Papa, a China e parte dos Republicanos não Trumpistas e afirmando que Trump foi roubado na eleição e é o verdadeiro presidente. Outra frente de sua sala de guerra é afirmar que as vacinas não são eficazes contra a Covid-19 e que as capsulas de zinco e a vitamina D fazem a diferença na luta contra a doença.

Ao que tudo indica o RS será uma base de lançamento dessa sala de guerra.

O BRASILEIRO NA INTERNET

O CETIC divulgou a TIC Domicílios 2020 e as tendências se adaptaram a conjuntura: cresceu com mais força a banda larga, os computadores ganharam fôlego e a TV disparou de vez em comparação com os smartphones e os planos móveis. As classes D e E e a área rural entraram mais forte na internet, provavelmente forçados pela necessidade de adaptação ao trabalho e a sobrevivência em tempos de pandemia. Essa necessidade abrupta durante uma crise deve pesar ainda mais no orçamento familiar, em especial dos mais pobres, em um país marcado pelo desemprego e perda de renda recorde. A TIC Domicílios é a mais ampla, completa e confiável pesquisa na área no Brasil. Link da apresentação completa nos comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s