Brasil/violencia

Banalização do Mal: Bolsonaro ganha engajamento nas Redes comemorando chacina da Vila Cruzeiro e Câmara de Gás

Em 2 dias, duas ações violentas e criminosas de diferentes Polícias espalhadas pelo Brasil. Ambas as ações foram comemoradas por Bolsonaro nas Redes Sociais e, pior do que isto, obteve grande engajamento, e portanto concordância.

Diariamente recebo de amigos uma leitura da “temperatura” no Twitter. O gráfico que publico mostra a tragédia que vivemos. Assassinatos em massa são comemorados pelo Presidente da República.

Bolsonaro obteve bom engajamento comemorando a chacina na Vila Cruzeiro, no RJ. A “toalha do Lula” fez sucesso em vídeo compartilhado pelo próprio ex-Presidente, no qual os vendedores afirmam que ela é um sucesso de vendas.
Bolsonaristas (azul) – 45% Lulistas (laranja) – 32% Ciristas (verde) – 5%
Cultura Pop / antiBolsonaro e pró-Lula (vermelho) – 5%
Lavajatismo (lilás) – 3%

A Polícia do RJ matou 23 pessoas na Vila Cruzeiro numa ação policial. Muitos, como a própria polícia os chama, meros Suspeitos. Se são “suspeitos”, naturalmente não podem ser classificados como criminosos e muito menos ser assassinados pela Polícia. Polícia não é judiciário. E tal qual em outras ações do gênero, muitas pessoas mortas, mas nenhuma delas foi um policial.

E simbólico também desta banalização do mal, que se espalha pelo Brasil, a Execução a Luz do Dia de um trabalhador negro dentro de um carro da Polícia, transformado em Câmara de Gáds Móvel, ao estilo dos “gaswagen” nazistas, criados não por Hitler, mas pelos que o seguiam cegamente.

Mas o pior mesmo, é que com a desintegração acelerada das instituições, promovidas de 2016 para cá, parte do povo e sem ter a quem recorrer, passa a normalizar a Violência e concordar com quem se usa dela para impor suas vontades.

Hannah Arendt foi uma filósofa política alemã de origem judaica, uma das mais influentes do século XX. 

Parte do povo levado a ignorância pela desinformação, mentiras e meias verdades da mídia e nas Redes Sociais, acaba aderindo a suposta solução, que é na verdade geradora dos crimes que diz combater.

O Brasil esta na encruzilhada. Se não estancar a Banalização do Mal agora, as consequências serão trágicas por gerações, levarão toda a Nação a barbárie e sua consequente destruição.

Isto interessa aos mesmos que lucraram e aumentaram suas fortunas como nunca antes, durante a pandemia. Sem um sentimento de pertencimento coletivo de Pátria e Nação, cada cidadão vira só um defensor de seus próprios interesses. E no meio deste vale tudo, que leva tudo é quem tem força, poder e dinheiro. O povo ignaro, não os culpará, por que iludido, se enfronhará cada vez mais na sua própria ignorância, gerada pela falta de tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s