Eletrobras/Movimentos sociais/PETROBRAS/privatização

Ato de Protesto contra a Venda Criminosa de Estatais acontece nesta 2ª Feira no Senado Federal

De iniciativa do senador Paulo Paim (PT-RS), ato em defesa das empresas públicas, organizado pelo Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, será a partir das 10h30, na Comissão de Direitos Humanos

notice

Depois de concluir o processo de venda da Eletrobras nessa quinta-feira (9), levantando um total de R$ 29,29 bilhões, apesar dos eletricitários afirmarem que a estatal está sendo vendida, no mínimo, R$ 40 bilhões abaixo do valor, o governo de Jair Bolsonaro (PL) prepara um ataque ainda este ano a outras quatro empresas públicas: o porto de Santos, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) de Belo Horizonte e do Recife e a Ceasaminas. 

Diante desse processo de destruição do patrimônio, lesivo ao povo brasileiro, haverá um ato na Comissão de Direitos Humanos, do Senado Federal, a partir das 10h30, na próxima segunda-feira (13).

A iniciativa é da Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e tem o apoio do senador Paulo Paim (PT-RS). O evento marca ainda a ampliação da defesa em torno Petrobras, que está sob ameaça de privatização. Também será lançado O livro “O Futuro é Público”, produzido em parceria com a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) e com a coautoria de Rita Serrano, coordenadora do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas.

O avanço das privatizações

A privatização da CBTU de Belo Horizonte está avançada, com previsão de que o edital seja publicado em agosto, enquanto a CBTU do Recife deve ficar para o fim do ano.

A desestatização da Ceasaminas, centro de abastecimento na região metropolitana de Belo Horizonte, aguarda a modelagem em análise neste momento pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Para dezembro, deve ficar a privatização do Porto de Santos. Essas informações foram dadas pela Secretária de Desestatização e Desinvestimento (SDD) do Ministério da Economia, Marília Garcez, ao jornal Valor Econômico.

Com Informações da CUT NACIONAL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s