Lula/Salario Mínimo/Trabalhadores

Com Lula, novo Salário Mínimo (R$ 1.302,00) com aumento Real acima da Inflação já começa a ser pago pelo INSS

Durante os anos de Governo Bolsonaro, o Salário Mínimo não tinha tido Aumento Real Acima da Inflação. Agora, já nos 1ºs dias de Lula, o Aumento do Salário Mínimo de 7,42% vem acima da Inflação que foi de 5,93%. Aliás,

Parece pouco diante das grandes perdas salariais dos trabalhadores no últimos anos, mas já sinaliza a disposição do Governo Lula de construir uma Nova Política de Reajuste do Salário Mínimo com aumento Real mais significativo, como foi durante todos os Governos do PT, que chegaram a contabilizar Aumento Real, acima da Inflação, de 75%, elevando o poder de compra do Trabalhador, o que ocorrerá de novo neste Governo.

Com Bolsonaro não dando aumento Real, chegamos ao absurdo do salário mínimo do Brasil ficar entre os mais baixos do mundo.

E todo mundo sabe, que aumentando o Salário Mínimo, isto ajuda a fazer subir também os demais salários. Por isto é importante que mesmo quem ganha mais que 1 Salário Mínimo participe das discussões sobre a Nova Política para o Salário Mínimo cujpo debate o Governo já começou a fazer com as Representações Nacionais dos Trabalhadores.

Os benefícios do INSS são liberados de acordo com o número final do cartão de pagamento
Os benefícios do INSS são liberados de acordo com o número final do cartão de pagamento Foto: Reprodução

O Instituto Nacional do Seguro Social começa a pagar, nesta quarta-feira (dia 25), os benefícios reajustados de quem recebe até um salário mínimo. O novo piso nacional agora é de R$ 1.302. Neste caso, o percentual de aumento é de 7,42% — acima dos 5,93% de inflação acumulada em 2022 (pelo INSS), ou seja, com ganho real.

O pagamento é feito levando em conta o número final do cartão de benefício (antes do traço). Portanto, amanhã vão receber os que pertencem ao grupo 1. No caso de quem ganha o piso nacional, o depósito é feito para um grupo por dia, entre os cinco últimos dias úteis de mês de referência e os cinco primeiros do mês seguinte. Confira o calendário abaixo.

No caso de quem ganha mais do que o salário mínimo, não haverá ganho real (acima da inflação). A correção anual dos benefícios previdenciários será menor — de apenas 5,93% —, percentual equivalente ao Índice de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado no ano passado, apurado pelo IBGE.

O pagamento de quem recebe acima do piso nacional acontece sempre nos primeiros cinco dias úteis do mês seguinte, considerando dois grupos por dia. Portanto, o primeiro depósito será no dia 1º de fevereiro, para quem tem benefício com final 1 ou 6. Veja a seguir.

CONFIRA OS CALENDÁRIOS

Benefícios de até um salário mínimo

  • Final 1: 25 de janeiro
  • Final 2: 26 de janeiro
  • Final 3: 27 de janeiro
  • Final 4: 30 de janeiro
  • Final 5: 31 de janeiro
  • Final 6: 1º de fevereiro
  • Final 7: 2 de fevereiro
  • Final 8: 3 de fevereiro
  • Final 9: 6 de fevereiro
  • Final 0: 7 de fevereiro

Benefícios acima do salário mínimo

  • Finais 1 e 6: 1º de fevereiro
  • Finais 2 e 7: 2 de fevereiro
  • Finais 3 e 8: 3 de fevereiro
  • Finais 4 e 9: 6 de fevereiro
  • Finais 5 e 0: 7 de fevereiro

Para mais informações como valores e datas de crédito, o cidadão pode acessar o aplicativo ou site Meu INSS. Outra opção é ligar gratuitamente para a central telefônica da Previdência Social, no número 135.

Com Informações do Extra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s