Uncategorized

É mentira Aécio?? PROCURADORES COBRAM R$ 1,3 BILHÃO QUE SUMIU DA SAÚDE NO GOVERNO AÉCIO

É mentira, Aécio? A frase, que está tomando conta das redes sociais no Brasil, ganhou mais um ingrediente na noite desta sexta-feira (18), quando o portal UOL publicou como manchete a notícia de que o Ministério Público de Minas Gerais entrou com ação contra o governo mineiro por suposta fraude nos gastos com saúde quando Aécio Neves era governador. Diz a reportagem, assinada pelos jornalistas Paulo Peixoto e Lucas Ferraz, ambos da Folha de S. Paulo, o jornal de maior circulação no Brasil:

“Assinada por três promotores, a peça pede o ressarcimento aos cofres públicos de cerca de R$ 1,3 bilhão que, segundo a Promotoria, foi ‘maquiado’ pelo governo Aécio e a estatal de saneamento Copasa para que o Estado atingisse o mínimo constitucional (12% da receita) dos gastos em saúde.”

O candidato Aécio Neves, contra todas as evidências, vinha até então negando que tivesse tirado dos mineiros o dinheiro da saúde. E a cada prova, classificava o fato verdadeiro como se fosse mentira. Agora, com a ação movida pelos procuradores, caiu a máscara de um de seus principais programas, o chamado ‘choque de gestão’.

Esta, inclusive, nem é a primeira ação, pelo mesmo motivo, movida contra o governo mineiro chefiado por Aécio. A promotora Josely Ramos, responsável pela área da saúde, propôs também, em 2010, uma ação de improbidade administrativa contra Aécio.

As investigações mostram que, entre 2003 e 2008, mais de 50% dos investimentos da saúde provinham de ações da Copasa. Prestações de contas do Estado afirmavam que o governo havia transferido dinheiro à entidade para aplicá-lo em ações de saneamento. Auditoria realizada nas contas da Copasa, contudo, mostrou que a entidade não recebeu recursos do Estado para investir em saúde. A própria estatal reconheceu que a verba não foi transferida, segundo a ação.

Veja aqui trechos dos documentos da ação:

A maquiagem de gastos na saúde, assim como outras irregularidades ocorridas na época em que Aécio governou Minas Gerais, estão chegando ao público somente agora, depois que o povo mineiro disse “não” à maneira de administrar o estado empreendida pelo PSDB (Aécio perdeu em Minas para Dilma e seu candidato ao governo mineiro foi derrotado no primeiro turno pelo ex-ministro de Dilma Fernando Pimentel).

Uma das manobras feitas por Aécio e seu grupo para não permitir que as denúncias fossem investigadas foi uma espécie de Lei da Mordaça ndos procuradores em Minas. Aécio aprovou um artigo limitando apenas ao procurador geral de Justiça o encaminhamento dos requerimentos de investigação que envolvessem o governador, deputados estaduais, secretários de estado, desembargadores e membros do Tribunal de Contas. Com isso, os procuradores perderam autonomia.

O escândalo foi trazido novamente à tona por Dilma durante o debate da TV Bandeirantes na noite da última terça-feira (14). No confronto, Aécio chamou de “levianas” as afirmações. Em resposta, Dilma afirmou que os dados, e muitos outros, poderiam ser consultados no site do Tribunal de Contas de Minas. Da noite de terça até o fim da tarde do dia seguinte, o site do órgão mineiro ficou fora do ar. Quando voltou, não continha os dados referentes às contas.

“Os problemas no site do Tribunal de Contas não chegam a ser novidade”, afirma Renato Barros, secretário de Finanças do Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Minas Gerais (Sind-Saúde). “É o governo tentando esconder as informações.”

Até antes disso, em 2006, a Folha de S. Paulo já havia mostrado que o governo Aécio maquiava os gastos com saúde em Minas. Segundo reportagem, Aécio contabilizava como gastos de saúde para a população despesas como a erradicação da febre aftosa e outras doenças de animais, exposições agropecuárias, precatórios, construção de praças e até a locação de serviços de limpeza para um hotel de Araxá!

Pescado do Dilma13

Um pensamento sobre “É mentira Aécio?? PROCURADORES COBRAM R$ 1,3 BILHÃO QUE SUMIU DA SAÚDE NO GOVERNO AÉCIO

  1. Pingback: É mentira Aécio?? PROCURADORES COBRAM R$ 1,3 BILHÃO QUE SUMIU DA SAÚDE NO GOVERNO AÉCIO | MANHAS & MANHÃS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s