Uncategorized

Países do Brics fecham acordo entre bancos de desenvolvimento contra volatilidade do mercado

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Os bancos de desenvolvimento dos países dos Brics fecharam acordos, nesta quinta-feira (9), para dar suporte para a obtenção de recursos ao Novo Banco de Desenvolvimento (NBD) do grupo. “E isso vai ser importante porque amplia o funding. E o funding, nós sabemos que tem uma escassez na área de infraestrutura. Sem investimento em infraestrutura, você não tem infraestrutura”, disse a presidenta Dilma Rousseff, durante entrevista concedida nesta quinta-feira (9), na Rússia, durante a VII Cúpula dos Brics.

A presidenta destacou que o grande gargalo atualmente, para qualquer país do mundo, é justamente o custo da obtenção de recursos de longo prazo, que são necessários para financiar a infraestrutura – o que é um dos objetivos do novo banco dos Brics.

Dilma Rousseff ressalvou que o banco não será o único provedor, mas uma fonte a mais. “Não é a única. E ele não é substituto de nenhum outro banco. Ele é complementar. Assim como o Acordo Contingente de Reservas, que é a primeira iniciativa, no sentido de ter um instrumento interregional de garantia da estabilidade financeira. É um remédio contra a volatilidade financeira”.

De acordo com o balanço feito pela presidenta Dilma, “esses dois acordos foram as principais realizações que a gente comemora nessa reunião”. Ela lembrou que foi na reunião do grupo em Fortaleza, no ano passado, que essas metas foram definidas. “E desembocou aqui, com esse resultado, que eu considero muito positivo”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s