Uncategorized

O direito de resposta de Lula ao Jornal Nacional: “Globo levou mais de 30 anos para pedir desculpas ao País por ter apoiado a ditadura”; leia a íntegra

captura-de-tela-2016-03-12-axxs-22.07.09Lula sofreu dois grandes massacres midiáticos na Globo; na quinta-feira que antecedeu sua condução coercitiva, o Jornal Nacional reproduziu suposta delação premiada do senador petista Delcídio do Amaral — desmentida pelo advogado dele — como se fosse integralmente verdadeira; no dia seguinte, o mesmo JN dedicou 85% do tempo às versões do Ministério Pública e da Polícia Federal contra o ex-presidente, sem uma única crítica à operação que foi muito criticada

Do VIOMUNDO

RESPOSTA DO EX-PRESIDENTE LULA AO JORNAL NACIONAL

“Eu, Luiz Inácio Lula da Silva, e minha mulher, Marisa Letícia, não somos e nunca fomos donos de nenhum apartamento tríplex no Guarujá nem em qualquer outro lugar do litoral brasileiro.

Meu patrimônio imobiliário hoje é exatamente o mesmo que eu tinha ao assumir a presidência da República, em janeiro de 2003:

O apartamento onde moro com Marisa, e onde já morávamos antes do governo,  e o rancho “Los Fubangos”, um pesqueiro na represa Billings. Ambos adquiridos a prestações. Também temos dois apartamentos de 70 metros quadrados que Marisa recebeu em permuta por um lote que ela herdou da mãe.

Tudo em São Bernardo do Campo. Tudo registrado em nosso nome no cartório e na declaração anual de bens.

Esta é a verdade dos fatos, em sua simplicidade: entrei e saí da Presidência da República com os mesmos imóveis que adquiri ao longo da vida, trabalhando desde criança, como sabem os brasileiros.

Não comprei nem ganhei apartamento, mansão, sítio, fazenda, casa de praia, no Brasil ou no exterior.

Jamais ocultei patrimônio nem registrei propriedade particular em nome de outras pessoas.

Nunca registrei nada em nome de empresas fictícias com sede em paraísos fiscais, artifício utilizado por algumas das mais ricas famílias deste País para fugir ao pagamento de impostos.

As informações sobre o patrimônio do Lula – verdadeiras, fidedignas, documentadas – sempre estiveram à disposição do Ministério Público e da imprensa, inclusive da Rede Globo.

Estas informações foram deliberadamente ocultadas do público na reportagem do Jornal Nacional que apresentou as acusações do Ministério Público de São Paulo.

Eu não fui procurado pela Globo para apresentar meu ponto de vista. Ninguém da minha assessoria foi procurado. O direito ao contraditório foi sonegado. Alguém se apropriou indevidamente do meu direito de defesa.

Não é a primeira vez que isso acontece e certamente não será a última.

Mas eu fiquei indignado ao ver minha mulher e meu filho sendo retratados na televisão como se fossem criminosos.

Mesmo na mais acirrada disputa política – e o jornalismo não está acima dessas disputas – nada justifica envolver a família, a mulher, os filhos, como ocorreu nesse caso.

Fiquei indignado porque, ao longo de 9 minutos, o apresentador William Bonner e o repórter José Roberto Burnier me acusaram 18 vezes de ter cometido 10 crimes diferentes; sem nenhuma prova, endossando as leviandades de três membros do Ministério Púbico de São Paulo.

Reproduziram ofensas, muitas ofensas, a partir de uma denúncia que sequer foi aceita pela juíza. E ainda por cima, denúncia de um promotor que já foi advertido pelo Conselho Nacional do Ministério Público, porque atuou fora da lei neste caso.

A Rede Globo me conhece o suficiente para fazer uma avaliação equilibrada das acusações lançadas por aquele promotor, antes de reproduzi-las integralmente pelas vozes de William Bonner e Roberto Burnier.

A Rede Globo recebeu, desde 31 de janeiro, todas as informações referentes ao tríplex, com documentos que comprovam que nem eu nem Marisa nem nosso filho Fabio somos donos daquilo. É uma longa e detalhada nota, chamada “Os documentos do Guarujá: desmontando a farsa”.

Cheguei a abrir mão do meu sigilo fiscal e anexei a esta nota parte de minha declaração de bens.

Quando divulgamos este documento esclarecedor, o Jornal Nacional fez uma série de matérias tentando desqualificar o que estava dito lá. Duvidaram de cada detalhe, procuraram contradições, chegaram a distorcer uma entrevista do meu advogado.

Quanta diferença…

Na reportagem sobre a denúncia do procurador, nada foi questionado. Tudo foi endossado e ratificado como se fosse absoluta verdade.

A Rede Globo sempre poderá dizer que estava apenas “retratando os fatos”, “prestando informações à sociedade”,  “cumprindo seu dever jornalístico”.

Só não vai conseguir explicar ao povo brasileiro a diferença gritante de tratamento: quando acusam o Lula, é tudo verdade; quando o Lula se defende, é tudo suspeito.

Em 40 anos de vida política, aprendi a lidar com o preconceito, com a inveja e até com o ódio político.

Mas não me conformo, como ex-presidente desse imenso país chamado Brasil, não posso me conformar de ser comparado a um traficante de drogas, como aconteceu no final da reportagem.

Essa comparação ofensiva, injuriosa, caluniosa, não está nos autos da denúncia do Ministério Público.

Não sei quem decidiu incluir isso na reportagem, mas posso avaliar seu caráter.

Se esta mensagem está sendo lida hoje na Rede Globo é por uma decisão da Justiça, com base na Lei do Direito de Resposta, aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela presidenta Dilma Rousseff no final do ano passado.

Esta lei garante que a Liberdade de Imprensa seja realmente um direito de todos e não um privilégio daqueles que detém os meios de comunicação.

É ela que nos permite enfrentar a ocultação de informações, a sonegação do contraditório, a falsidade informativa, a lavagem da notícia.

Estes vícios foram sistematicamente praticados pelos grandes veículos de comunicação do Brasil durante a ditadura e fizeram tão mal ao País quanto a censura, que abolimos na Constituição de 1988.

A Rede Globo levou mais de 30 anos para pedir desculpas ao País por ter apoiado a ditadura, praticando um jornalismo de um lado só. Graças à lei do Direito de Resposta, não tenho de esperar tanto tempo para responder às ofensas dirigidas a mim e a minha família no Jornal Nacional.

Eu não estou usando este direito de resposta para me defender apenas, e a minha família. É para defender a democracia, o estado de direito e a própria liberdade de imprensa, que só é verdadeira quando admite o contraditório e respeita a verdade dos fatos.

Quando estes princípios são ignorados, em reportagens como aquela do Jornal Nacional, o maior prejudicado não é o Lula, é cada cidadão e a sociedade, é a democracia”.

LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA

8 pensamentos sobre “O direito de resposta de Lula ao Jornal Nacional: “Globo levou mais de 30 anos para pedir desculpas ao País por ter apoiado a ditadura”; leia a íntegra

    • Primeiro o Lula tem que pedir para a emissora e se a emissora não der, ele vai pra justiça. O que a Globo fez, foi editar o Direito de Resposta, além de ler um editorial se dizendo surpreendida, pois o JN sempre foi imparcial.rrrrssss

  1. não vejo nem futebol nessa emissora podre e manipuladora, não vejo profissionalismo nem carater em seu quadro profissional, são todos pau mandado, se humilhando profissionalmente para garantir seus empregos, são verdadeiros lixos da imprensa brasileira. Essa emissora recebe criticas do Jornalismo do mundo inteiro, mas no brasil ainda conseguem manipular grande parte do povo , povo esse que não tem nenhuma formação cultural, alias a cultura no brasil é duramente maltratado por essa midia podre, em tudo que tocam destroem , foi assim com os festivais da MPB e tb sera assim com o nosso futebol. Meu protesto e indignação contra essa midia podre e imunda.

  2. Boa noit.
    Quero parabenizar os responssaveis por postar essa materia,referente ao Direito de Resposta do nosso Grande e Inesquecivel ex Presidente Lula,no qual no futuro teremos a grande satisfacao de velo retornando ao cenario politico como nosso Presidente da Repubrica.
    Sou PT
    Sou 13 com orgulho.
    Sou Dilma,deves continuar.
    Sou e somos Lula Presidente em 2018.

    Obs;
    Essa postagem que menciona o Direito de Resposta do Lula em relacao a Rede Globo, tem que ser postadas em todas as cadeias de comunicacoes,principalmente em jornais populares de todo o Brasil.
    Essa publicacao tem que ser antes do dia da nossa manifestacao do dia 18 e 30/31 ? De marco.
    Para que o povo Brasileiro possa entender os fatos da verdade.
    Verdade essa omitida pela globo e outros meios de comunicacao.

    Feito Assim,
    Poderemos mostrar a verdade ao povo Brasileiro.

    Obs:
    Essas simples e singelas.palavras agora ditas, dedico exclusivamente a nossa Presidenta Dilma,eleita legalmente pelos votos validos. reconhecidos pelo TRE e STE,votos validos acima de 52% dos Brasileiro. Escolhendo Assim Dilma Como Nossa Presidenta,garantida pela Constituicao Federal.

    Recado: Presidenta Dilma, releve as divergencias do passado,as tropas Federais atualmente sao outras filosofias…
    Restabelessa imediatamente os tres poderes:
    Marinha, Exercito e Aeronautica.
    A senhora tem que se Blindar contra os Golpistas antes que seja tarde,antes que eles inventam mais alguma calunia.
    Se Blinda,eles estaram ao seu lado.
    Converse com eles e Restabeleca as forcas armadas,antes que aquele que estao ao seu lado possam te trair conforme vem acontecendo.
    Desse seu subalterno e leal a grande causa defendida pela senhora e pelo partido.
    Um Brasil forte e Renovado sem corrupcao,extinguir os golpistas da esfera Pubrica.
    T Dilma fica.Lula em 2018.
    Conte Comigo.
    Aguardo vossa resposta.
    Cita assim;
    RL*****

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s