Uncategorized

OAB analisa prisão de jornalista no Estado; caso gera protesto e repercute no Senado

Presidente do Sindijors, Milton Simas (e), foi recebido por Ricardo Breier

Encontro entre o presidente do Sindjorn, Milton Simas, e Ricardo Breir aconteceu ontem
Na tentativa de esclarecer a prisão do jornalista Matheus Chaparini enquanto realizava a cobertura de uma ocupação de estudantes na Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindjors) está dialogando com entidades que possam prestar apoio. Ontem, o presidente do Sindjors, Milton Simas, se reuniu com o presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, quando pediu um posicionamento sobre a prisão arbitrária do jornalista do Jornal JÁ.
Breier informou que o caso será analisado pela Comissão de Direitos Humanos da OAB gaúcha, que posteriormente se pronunciará. Em julho, será assinado um protocolo entre a Ordem e a Associação Riograndense de Imprensa (ARI) com o objetivo de garantir a liberdade dos profissionais.
Chaparini foi preso no dia 15 deste mês, quando estudantes ocuparam a Sefaz pedindo mais recursos para a educação. A Brigada Militar retirou o grupo do prédio e o repórter, que fazia a cobertura, foi preso junto com um cineasta independente e estudantes. Mesmo tendo se identificado como jornalista, o que está registrado em vídeo, o governo nega o fato. O repórter está em liberdade provisória, respondendo por corrupção de menores, organização criminosa, esbulho possessório e dano qualificado ao patrimônio público. Um ato de desagravo a Chaparini ocorreu na noite de ontem na Faculdade de Comunicação Social da Pucrs, reunindo dezenas de estudantes de Jornalismo, professores, profissionais e dirigentes da categoria, que protestaram e definiram ações para reagir a práticas que desrespeitem os profissionais. Já foi pedida audiência com o governador José Ivo Sartori.
O caso de Chaparini ainda repercutiu na sessão do Senado, ontem, sendo o tema de discurso do senador Paulo Paim (PT) na tribuna.

2 pensamentos sobre “OAB analisa prisão de jornalista no Estado; caso gera protesto e repercute no Senado

  1. SINCERAMENTE, QUEM É ESTA OAB? É A OAB QUE APOIOU O GOLPE?
    SE FOR, SÃO UNS GOLPISTAS TRAIDORES FILASDAPUTA E O QUE DIZEM NADA SIGNIFICA!

    ESCULACHA, ESCULHAMBA, ESCRACHA, ARREGAÇA, POIS SOU MESMO UM BABACA DE MERDA! ALÉM DO MAIS, ISTO AQUI VIROU MESMO UM BORDEL, UM BACANAL …
    >> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/05/29/esculacha-esculhamba-escracha-arregaca-pois-sou-mesmo-um-babaca-de-merda-alem-do-mais-isto-aqui-virou-mesmo-um-bordel-um-bacanal/

    “…EM UMA NOITE DE SÁBADO!!!!!!!!

    GOZA NO MEU C*, FILASDAPUTA!
    ESCULACHA, ESCULHAMBA, ESCRACHA, ARREGAÇA, POIS SOU MESMO UM BABACA DE MERDA!

    ALÉM DO MAIS, ISTO AQUI VIROU MESMO UM BORDEL, UM BACANAL ONDE OS POLÍTICOS, OS PODERES DA REPÚBLICA DAS BANANAS (O JUDICIÁRIO, O LEGISLATIVO, O EXECUTIVO E, O QUARTO E PODEROSO PODER, A MÍDIA CORRUPTA – ATIVA E PASSIVA) PODEM SE DIVERTIR LIVREMENTE NO ÂNUS DO POBRE POVO BRASILEIRO. POBRE POVO BRASILEIRO. POBRES DE NÓS! …”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s