Uncategorized

A palavra de ordem é privatizar

privatizar

DO NOSSA POLITICA

Michel Temer admite que irá privatizar tudo “na medida do possível”; vai faltar estatal para conter esta sanha entreguista.

Entregar, vender, desestatizar, privatizar… Palavras de ordem do governo interino e ilegítimo de Michel Temer. Em entrevista à Veja, ele afirmou que privatizará tudo, “na medida do possível”, menos a Petrobras. Ora, o pré-sal é a menina dos olhos esbugalhados do Serra. Se alguém espera que justamente a Petrobras se salve da privataria, pode tirar o cavalinho da chuva.

Recordar é viver: Em 2000, FHC e José Serra iniciaram uma tresloucada empreitada para mudar o nome da Petrobras e assim privatizá-la. Noticiava o Estadão de 27/12/2000: “Petrobras vira Petrobrax, por US$ 50 milhões”. Ou seja, o governo FHC pagou uma fortuna sem licitação para mudar o nome da Petrobras para Petrobrax com o claro objetivo de facilitar a privatização da empresa brasileira.

Esta sanha privatista não se acabou com o tempo; ela foi apenas amortizada na era petista, mas retorna feroz sob a batuta de Michel Temer e os seus quarenta ladrões que não tem na alma senão a chama do deus mercado. Entregarão tudo na medida do possível. Com a promessa de que livrarão o país da crise, reduzirão o tamanho do Estado e colocarão a soberania nacional sob os calcanhares dos americanos.

É para isso que serve a política de José Serra à frente do Ministério das Relações Exteriores: para romper com os Brics, falar grosso com a Bolívia e fino com osEUA. Tudo faz parte de um modus operandi em que se comprovará, por A+B, que o Brasil precisa vender todas as suas estatais, se desfazer deste trambolho que é o “inchaço do Estado”. A política submissa dos anos de 1990 retornará com novas roupagens, mas com um enredo extremamente batido.

E você, trabalhador e trabalhadora, que assiste ao desmonte do país, tem todo o poder nas mãos. Lute contra este projeto que de tão neoliberal tem sido criticado até pelos neoliberais. O golpe é um castelo de cartas desmoronando, mas para cair precisa de um sopro popular. Apoio este que o Temer já não tem. A agenda que se lhes apresenta é o projeto de um governo que não foi eleito pelo povo e, portanto, com ele não tem nenhum compromisso. Se a sanha golpista avançar, o Brasil vai perecer.

Um pensamento sobre “A palavra de ordem é privatizar

  1. BRASIL ASSOLADO POR ALGUNS DOS MAIORES CANALHAS DO PAÍS!
    O TEMERÁRIO PRESIDENTE INTESTINO CHEIO DE BOSTA, O HOMEM QUE VEIO PARA NOS ENTREGAR AOS ESTADUNIDENSES… E COMEÇOU O DESMANCHE!

    PRIMEIRAMENTE, #FORATEMER

    Esta quadrilha NÃO nos representa – É GOLPE! É GOLPE SIM!
    >> https://gustavohorta.wordpress.com/2016/04/28/esta-quadrilha-nao-nos-representa-e-golpe-e-golpe-sim/

    “É GOLPE! É GOLPE SIM! É GOLPE! É GOLPE SIM!É GOLPE! É GOLPE SIM!É GOLPE! É GOLPE SIM!

    Não somos todos GOLPISTAS!
    Não somos todos SABOTADORES DA NAÇÃO!
    Não somos todos TRAIDORES!
    Não somos todos JUDAS, JOAQUIM SILVÉRIO, CALABAR!
    Não nos aliamos ao CAPETA!
    Nós somos o povo brasileiro, nós somos 54 milhões de eleitores roubados!
    Nós somos o pobre e manipulado povo brasileiro!
    Nós somos a nação brasileira de verdade.
    Não somos esta elite podre que infelizmente temos!
    NÓS NÃO SOMOS GOLPISTAS! NÃO NÃO PRECISAMOS DE GOLPE PARA NOS ESCONDER E PARA ESCONDER AS NOSSA SACANAGENS, COMO ALGUMAS QUE LISTAREI A
    SEGUIR.
    Tá vendo?
    Não somos todos Cu-nha!
    Não somos todos Boçalnaro!
    Nem somos todos cretinos exploradores escondidos atrás das religiões!
    Não somos todos corruptos, com diversas – e põe diversas e muitas nisso – denúncias, delações e processos nas mais variadas instâncias jurídicas do país.
    Não temos o nosso nome nas listas de delação da fantasiosa operação Lava Jato, que somente existiu para a caça aos poderes populares.
    Não estamos na lista da Oderbrecht. Não estamos em nenhuma lista! …”

    O que me faz pensar é que, antes das eleições eu comentei com um conhecido paulistano, que hoje vive no RGS, sobre a podridão que esse carinha aspirador de pó representava e como ele era conhecido aqui em Minas Gerais. Ouvi de volta algo assim: “Eu sei disto tudo. Mas eu conheço o PT desde lá de S. Bernardo e qualquer um é melhor do que alguém deste partido”. Um outro conhecido aqui em Minas, colega de anos de trabalho na indústria me disse que “qualquer coisa ele aceitaria para que o PT fosse derrubado do poder”.
    Pois bem, é assim. Entre um golpe e outro, o povo vai se lascando.
    Abraço.
    Amor, compaixão, solidariedade.
    Felicidade. Sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s