Uncategorized

25 mil pessoas e 100 empresas ja admitiram que guardam um total de 170 bilhões de reais no exterior sem declarar

Brasil, o país dos Bilhões em corrupção

por André Barrocal — publicado 04/11/2016 17h16, última modificação 04/11/2016 18h12
Alíquota alta explica, diz tributarista. Brasília estuda beneficiar parente de político
Antonio Cruz/Agência Brasil/Fotos Públicas
O presidente do Senado, Renan Calheiros

O presidente do Senado, Renan Calheiros, é o principal porta voz da iniciativa

O governo acaba de arrecadar 50 bilhões de reais com a confissão de brasileiros de que escondiam dinheiro no exterior. É o maior caso mundial de regularização de capitais, segundo um especialista no assunto, consequência de acordos internacionais que tornam cada vez mais difícil ocultar dólares.

Tão exitoso, que em Brasília já querem mudar a lei para reabrir as portas do confessionário.

O porta-voz da causa é o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). Logo após a divulgação dos resultados da regularização, na terça-feira 1, disse no plenário que se acertara com o presidente Michel Temer e proporia lei para ocultadores retardatários poderem procurar o Leão em 2017.

Será dada a largada…

Ver o post original 558 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s