Uncategorized

Nação x barbárie

SENHOR X

Fernando Rosa

“A solução definitiva é ter recursos para educação e saúde, desenvolver o país e criar empregos”, defendeu o ex-presidente, general Ernesto Geisel, no início de seu governo, em 1974. Diante do questionamento sobre “o que é Nação”, ou “nacionalismo”, a formulação de Geisel poderia ser tomada como uma definição apropriada. Nação, simplificando, é igual a desenvolvimento, industrialização, empregos, com independência, identidade cultural e inserção soberana no mundo.

A confusão ideológica instalada pela globalização neoliberal, especialmente no campo da esquerda, é talvez a maior dificuldade para avançar a luta dos povos atualmente. Acordos econômicos supranacionais lesivos, desconstrução de culturas e ilusão de benefícios globais levaram lideranças, partidos e povos a abrirem mão das suas identidades nacionais. Esse processo não é de hoje, vem sendo aplicado há décadas, com base na espoliação do capital financeiro, apoiado pela indústria bélica norte-americana.

O resultado da eleição norte-americana arrancou da zona de conforto…

Ver o post original 423 mais palavras

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s