Uncategorized

Natal dos Patos: 2 trilhões em dívidas de ricaços podem ser perdoados por Temer e PSDB

perdao-2-tri-777x437Para o povo os cortes, para os ricaços o “presente” da anistia das dívidas. E esta no noticiário da grande mídia, que aplaude as ações. Sem falar na liberação do Fundo de Garantia, que poderia parecer um bem para os trabalhadores, mas na verdade é mais um macete para por dinheiro na mão dos banqueiros. Ou você acha que as TVs e jornais tem insistido em que o trabalhador pegue este dinheiro do Fundo de Garantia e “pague suas dívidas, em especial com cartão de crédito”? O dinheiro sai da poupança interna nacional, da qual o FGTS faz parte, faz uma estadia de minutos na conta do trabalhador e vai parar logo em seguida na conta dos banqueiros. Assim como toda esta grana em sonegação, multas e tributos  que os ricaços não pagam e agora serão perdoados pelo governo que foi colocado lá pelo golpe financiado pelos mesmos grandes empresários:

Do Falando Verdades

Anistia ás teles-105 bilhões

100 bilhões, que podem chegar a 105 bilhões como mostra o jornal O Dia

Perdão de 900 bilhões para grandes empresas


Temer e Meirelles preparam-se para perdoar 90% da dívida de 900 bilhões que grandes empresas devem ao país, um percentual que financiaria desenvolvimento, educação, saúde. Leia Leia mais

Perdão de 1 trilhão da dívida de grandes donos de terra

E para completar o perdão de 1 trilhão da dívida de grandes proprietários de terra, valor que financiaria o orçamento da educação por 14 anos. Leiamais

 

Com todos esses valores somados, chegaríamos a 2 trilhões em dívidas anistiadas, será que fariam o mesmo com o cidadão comum?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s