Uncategorized

PT e PSOL denunciam golpe e descumprimento de decisão judicial na Câmara de Porto Alegre

rsurgente

Vereadora Fernanda Melchionna (PSOL) abriu faixa com os dizeres “Fora Sartori” ao ser empossada neste domingo na Câmara Municipal de Porto Alegre. (Foto: Reprodução/Facebook) Vereadora Fernanda Melchionna (PSOL) abriu faixa com os dizeres “Fora Sartori” ao ser empossada neste domingo na Câmara Municipal de Porto Alegre. (Foto: Reprodução/Facebook)

As bancadas do PT e do PSOL denunciaram neste domingo (1o) um golpe na eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Porto Alegre. Os partidos da situação não respeitaram a decisão judicial, que determinou o respeito à proporcionalidade na composição da mesa diretora e das comissões permanentes, e alijaram os partidos da oposição destes postos.

Os quatro vereadores do PT e os três vereadores do PSOL impetraram mandado de segurança contra o presidente da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, Cássio Trogildo (PTB), para que a Lei Orgânica do Município e o regimento do Legislativo fossem respeitados, garantindo a proporcionalidade da composição da mesa diretora e das comissões permanentes. Cássio Trogildo, ignorou a decisão judicial.

Cássio Trogildo (PTB) foi eleito, por 28 votos…

Ver o post original 152 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s