Uncategorized

Protestos no México fizeram Petrobras segurar preço da gasolina e só subir diesel

POR · 06/01/2017

 

gasolinazoContra as expectativas, a Petrobras anunciou ontem um aumento de 6,1% no diesel, mas manteve inalterado o preço da gasolina.

A razão não é econômica, é política.

Vendo arderem as barbas do vizinho, o governo pôs as suas de molho por conta dos acontecimentos do México, onde ontem estourou o que está sendo chamado de “gasolinazo”, protestos e até saque de lojas deflagrado por conta do aumento de 14% na gasolina anunciado pelo governo Peña Nieto.

Tecnicamente, para seguir na gasolina o mesmo padrão do diesel – há bem poucas razões para ser diferente – a gasolina deveria ter um reajuste em torno de 5%.

Mas a empresa, sob orientação da Fazenda, não quis “estragar” o único troféu econômico da “equipe dos sonhos” liderada por Henrique Meirelles e optou por reajuste apenas no diesel, cujo impacto nos preços se “estica” mais no tempo, porque vai se refletir na cadeira de produção e de comércio que usa o diesel em sua cadeia de negócios.

gaspriceA política de “mercado” não existe em estado puro e não foi ela quem determinou a redução – que nunca chegou ao consumidor – dos preços em outubro, quando o petróleo já estava num processo de baixa que todos sabiam não ir longe e que virou para uma alta de alta internacional que, de lá pra cá, reverteu a tendência e acumula uma alta de 10% de lá para cá (ou de 20%, considerado o preço mais baixo atingido, em novembro).

A explicação oficial de que o diesel precisa subir por conta do “inverno no Hemisfério Norte” é de morrer de rir, porque, afinal, todo mundo sabe que o inverno no Hemisfério Norte, desde o tempo dos dinossauros, começa em dezembro.

O que está ajudando a “segurar” os preços do combustível é outro artificialismo: a cotação do dólar, que está evidentemente depreciado e que, como você vê no gráfico da GlobalPetrolPrices.com, está permitindo uma “alta” dos preços na moeda americana.

Como todo mundo no setor sabe que os preços irão subir, os postos vão cobrar “por conta” e, na prática, o preço da gasolina que não baixou com os rebaixamentos feitos há dois meses, vai subir por conta do aumento que a Petrobras não fez.

E o México? Hasta la vista, baby….

Um pensamento sobre “Protestos no México fizeram Petrobras segurar preço da gasolina e só subir diesel

  1. Pingback: Daqui a pouco, também no Brasil: Aprobado aumento de 375% del servicio de agua potable en Buenos Aires | Luíz Müller Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s