Uncategorized

REVELAÇÕES DA BRUTAL PENA IMPOSTA AO PRESIDENTE JANGO GOLPEADO EM 1964 PELOS TRAIDORES DE SEMPRE

Por André Simas Pereira no Facebook

Vivi, com algumas pessoas, ontem à noite, o desvendar de uma parte oculta da história do Brasil

Muitos, sobretudo a mídia omissa e indiferente, não percebem a importância do ato em torno do lançamento do livro “Jango e eu – Memórias de um exílio sem volta”, escrito pelo filho do presidente João Goulart golpeado em 1964 pelos traidores de sempre.

Em seu papel de cicerone na Livraria Cultura do Shopping Bourbon , o autor, João Vicente Goulart, exibia o sorriso franco e contido que compartilha com a mãe Maria Thereza Goulart e seus netos presentes, que conheço, Christopher e João Goulart Neto. Acho que a crueldade da saga do desterro imposto pela ditadura brasileira está impregnada na alma da família Goulart como está impressa na nossa história mais triste e brutal.

(Por isso pedi que dona Maria Thereza, em sua elegância eterna e refinada, de blusa verde e calça branca, colocasse seu nome de próprio punho junto com o do filho, na dedicatória do meu exemplar. Ela tinha 23 anos e dois filhos quando lhe suprimiram a cidadania em 1º de abril de 1964).

Ao não sonegar a trajetória de um presidente da República do Brasil, que estava invisível, o livro revela a dura pena de exclusão imposta pelo golpe a um homem legitimamente eleito, cujas reformas ameaçavam os privilégios das elites brasileiras e sua submissão entreguista aos Estados Unidos.

Jango não foi beneficiado pela anistia lenta e gradual concedida em 1979 pois morreu em 1976.
Mas em uma carta trocada com o filho meses antes de morrer ainda revela esperanças em “um mundo novo, com novos horizontes, com novas concepções de vida e de seus semelhantes”.
João Vicente havia escrito: “meu pai, te cuida muito pois representas muito não só para nós como para muita gente que precisa de ti no futuro”.

Jango não teve futuro, mas deixou um legado imprescindível que, no tributo do filho, podemos, agora, compreender ainda melhor. Sobretudo sobre traição, traidores, resistência e esperança.

andre-pereira

João Vicente autografa livro para o Jornalista André Pereira

maria-tereza-joao-goulart-neto-e-villaverde

Joaõ Vicente Goulart, Mariza Tereza Goulart, João Goulart Neto e Deputado Adão Villaverde 

2 pensamentos sobre “REVELAÇÕES DA BRUTAL PENA IMPOSTA AO PRESIDENTE JANGO GOLPEADO EM 1964 PELOS TRAIDORES DE SEMPRE

  1. Pingback: REVELAÇÕES DA BRUTAL PENA IMPOSTA AO PRESIDENTE JANGO GOLPEADO EM 1964 PELOS TRAIDORES DE SEMPRE – Página64

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s