Greve/Uncategorized

Uma avaliação sobre a Greve Geral de ontem (Por Luis Fernando Sousa)

Greve geral JC
Análise do Luis Fernando Sousa no seu Facebook

Sobre as manifestações de hoje … minha avaliação.

Um governo que promove uma agenda política, sem a aprovação pelo voto da maioria, tenta impor goela abaixo mudanças significativas na relação de trabalho, bem como nas regras da aposentadoria. Pior, o faz em regime de urgência, sem o devido debate com o povo brasileiro. Não há a menor necessidade dessa correria sem debate!

OAB e CNBB são entidades que já se posicionaram contra essa manobra anti – povo e não são organizações de esquerda!

Por outro lado, se reconhece a necessidade de haver uma modernização das leis trabalhistas, entretanto a perda de direitos duramente conquistados não podem ocorrer com um simples estalar de dedos. Conseguimos, graças a articulação do companheiro senador Paulo Paim (PT-RS ) a instalação da CPI da Previdência, a qual promete-se desvendar a caixa – preta maior que a Lava Jato, nada divulgado pela imprensa!

A classe trabalhadora conseguiu superar as forças de esquerda que chamaram o ato, passando a pauta “Contra a Reforma da Previdência e Contra as reformas trabalhistas” unir todas as Centrais Sindicais, incluindo-se a Força Sindical que apoiou o impedimento de Dilma e faz parte da base do governo Temer.

Ainda uniu uma parcela da população que não faz parte da esquerda, mas que também não apóia o atual governo. Obs: Temer e Dilma foram eleitos sob um outro programa de governo, não esse do “vende o Brasil” que aí está.

A corrupção que afeta o Brasil desde sempre, e que respinga em todos que foram governo até então, não é parte do debate de hoje.

As consequências de um movimento grevista organizado serviram de demonstração de força ao conjunto do país, pois os transportes ficaram paralisados, falando assim só de uma categoria que cruzou os braços neste dia. Ao mesmo tempo, pelo fato do governo ceder à pressão dos aeroviários, o estrago não foi pior, pois os trabalhadores dos aeroportos e das empresas aéreas não aderiram ao ato de hoje. Seria 10x mais forte a pressão se todos os aeroportos não funcionassem!

A imprensa, colaboradora dos golpes de 1964 e de 2016, silenciaram até ontem sobre o maior ato coordenado pela Classe Trabalhadora e, hoje, só cobriu o ato sob o aspecto negativo aos olhos da minoria, mostrando a falta do transporte coletivo, a falta do direito de ir e vir e as falas do governo que esbraveja o “fracasso” do movimento que foi para lá de vitorioso.

Em resumo: o evento de hoje retirou os afetados pelas 2 reformas – da Previdencia e Trabalhista, do grande grupo “pró Temer”, passando a ser agora ao grupo que, no fundo no fundo, avalio, que também votará em Lula em 2018.

Não tem nada a ver com “coxinhas ou mortadela”, mas sim com “quem te direitos a perder e … os quem mandam no Brasil desde 1500”.

Por último, havia muita gente que queria ir trabalhar e não conseguiu ir, face o êxito do movimento grevista, porém … tais trabalhadores eram OBRIGADOS a cumprir tal jornada de trabalho, por parte da Casa Grande, com poucas exceções!

Brasil Acima de Tudo!

Um pensamento sobre “Uma avaliação sobre a Greve Geral de ontem (Por Luis Fernando Sousa)

  1. Não poderia ser diferente, a reforma está sendo em direitos individuais e coletivos. Não há uma bandeira que diga aqui é esquerda ou direita, a classe média vai sofrer consequências.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s