Uncategorized

Perícia da PF coloca a Folha em xeque: o que o jornal queria quando contratou e divulgou um laudo fajuto?

bloglimpinhoecheiroso

Joaquim de Carvalho, via DCM em 24/6/2017

Se é autêntica e sem edição a gravação que Joesley Batista fez da conversa com Michel Temer, como apontou a perícia da Polícia Federal, a pergunta inevitável é: qual foi o propósito da Folha de S.Paulo quando noticiou em manchete o resultado de uma perícia particular que ela mesma contratou que apontava edição do áudio?

O laudo da Folha foi divulgado dois dias depois da revelação da gravação de Joesley, no auge da repercussão do caso. “Áudio de Joesley entregue à Procuradoria tem cortes, diz perícia”, destacava a manchete do jornal, que Temer usou para se defender, num pronunciamento à Nação:

“Registro que eu li hoje notícia do jornal Folha de S.Paulo de que perícia constatou que houve edição no áudio de minha conversa com o senhor Joesley Batista. Essa gravação clandestina foi manipulada e adulterada com objetivos nitidamente subterrâneos. Incluído no inquérito…

Ver o post original 255 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s