Uncategorized

Em “transações fora do padrão”, Temer comprou R$ 18 milhões em imóveis de Yunes

 

Do Jornal GGN – Cheia de dedos, Veja publicou na edição impressa deste final de semana que Michel Temer comprou “alguns dos bens mais valiosos” da família presidencial de José Yunes, investigado na Lava Jato por supostamente ter operado propina ao peemedebista. A publicação ressaltou que as negociações não aparentam ter sido ilegais, mas nem sempre ocorreram dentro do “padrão convencional”. O GGN foi o primeiro a denunciar o caso, em fevereiro passado.

“Os imóveis – uma casa, duas salas comerciais e um andar inteiro de um prédio em São Paulo – foram vendidos à família de Temer por Yunes e por empresas ligadas ao advogado, em transações que nem sempre seguiram o padrão convencional – embora, repita-se, não haja nelas ilegalidades constatadas”, publicou.

“A sociedade não tem nada de ilegal, até onde se sabe, mas a curiosidade inicial é que Temer e Yunes estão, ambos, sob investigação por corrupção. Um levantamento feito por VEJA mostra que alguns dos bens mais valiosos que a família presidencial possui atualmente tiveram Yunes como proprietário anterior”, acrescentou.

No total, as transações teriam movimentado R$ 18 milhões.

Em fevereiro, o GGN abordou a compra de imóveis de Yunes por Michel Temer, revelada com base em documentos divulgados pelo Anonymous.

“Os caminhos de Michel Temer, da família Pinheiro, do Banco Pine e da incorporadora Yuny se cruzam em vários imóveis de Michel Temer e de sua holding Tabapuã”, diz artigo de Luis Nassif que integra a série Xadrez.

Temer tem duas unidades no edifício Lugano, na rua Pedroso Alvarenga 900, uma construção luxuosa com conjuntos comerciais de 102 a 202 m². A incorporadora é a Yuny, dos Yunes.

No edifício na rua Iguatemi  (https://goo.gl/4XecSC), Temer tem 2 salas com escritórios que vão de 350 a 700 m². Na região, escritórios de 350 m² custam de R$ 3,5 a R$ 7 milhões. Trata-se de uma obra faustosa também da Yuny.

Em 23 de maio de 2011, transferiu para a Tabaupã, empresa que tem em sociedade com a filha Luciana.

Quem aluga o escritório é Andréa Pinheiros, da BR Partners, e uma das herdeiras do banco Pine, filha de Jaime Pinheiro, o patriarca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s