Lava Jato/Uncategorized

A Lava Jato e a farsa da “Conta do Lula” que pagou até festas de Joesley no exterior

No dia em que o circo da Lava Jato faz sua 42ª apresentação, novamente coberta pela grande mídia, desmorona mais uma farsa. A tal conta que Joesley e a Lava Jato dizem ser a conta para dinheiro ao Lula e Dilma, Joesley na verdade usava para pagar suas próprias contas no exterior. As mirabolantes histórias montadas para tentar incriminar Lula e Dilma se esfarelam uma a uma. O Joesley usava este dinheiro pra pagar suas próprias contas no exterior. E o que sobrou, ele repatriou e ainda por cima nem foi multado por este monte de grana sem pagar impostos. Lê aí o que saiu na Folha. O problema é que a grande mídia mente m manchetes garrafais, e quando sai a verdade, coloca apena em pequenos rodapés ou em um ou outro de seus colunistas. Alguém tem dúvida de que a 42ª “operação” da Lava Jato não é mais um destes circos montados? E como no caso do confisco dos bens e da poupança do Lula, o TRF 4 vai continuar mantendo a farsa da Lava Jato?

“CONTA DE LULA” PAGOU APÊ E CASAMENTO DE JOESLEY

Mais uma prova de que nunca houve uma conta do ex-presidente Lula e da presidente deposta Dilma Rousseff na Suíça; ao contrário do que se divulgou logo após as delações da JBS, o dinheiro da tal “conta de Lula”, que na verdade estava em nome de uma offshore controlada por Joesley Batista, foi gasto pelo empresário na compra de um apartamento em Nova York, de dois barcos e até mesmo na cerimônia de seu casamento, em 2012; o dono da JBS repatriou o patrimônio em 2016 e pagou mais de R$ 20 milhões de Imposto de Renda

Do Brasil 247 Mais uma mentira contra Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva cai por terra.

O dinheiro da tal “conta de Lula”, citada na delação da JBS, que na verdade estava em nome de uma offshore controlada por Joesley Batista, foi gasto pelo empresário na compra de um apartamento em Nova York, de dois barcos e até mesmo na cerimônia de seu casamento, em 2012. O dono da JBS repatriou o patrimônio em 2016. Pagou mais de R$ 20 milhões de Imposto de Renda.

Além disso, Joesley deve se deparar com mais um problema.

O empresário está ouvindo de novo os áudios das conversas que gravou com políticos para tentar descobrir quais delas estavam no gravador em que registrou seu diálogo com Temer. Os demais tinham sido transferidos para um computador e apagados do aparelho. O gravador, no entanto, foi entregue à Polícia Federal para perícia. E ela recuperou o conteúdo de outros sete encontros…

As informações são da coluna de Mânica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s