Uncategorized

Em plenária, Lula critica Temer: “Eles querem que o Brasil volte a ser uma republiqueta”

Petista criticou cortes na educação e afirmou que vai voltar à Presidência

Em plenária do PT realizada na noite de sexta-feira (4), na Zona Sul de São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou a gestão do presidente Michel Temer. “Esse país era mais popular do que o Neymar está hoje. Eles querem que o Brasil volte a ser uma republiqueta de banana. A solução para os problemas desse país só vai acontecer quando a gente tiver um governante com credibilidade, e eles sabem que nós somos capazes e que vamos voltar. E quando falo que vamos voltar não sou eu, são vocês”, afirmou Lula, a uma plateia de moradores da periferia de São Paulo.

O ex-presidente enumerou os cortes promovidos pelo atual governo e relembrou os índices alcançados durante os governos petistas. “Eles são tão ignorantes que estão cortando o Fies, porque acham que educação é gasto, quando é investimento. Pra nós, filho de pedreiro não precisa ser pedreiro, pode ser engenheiro. E conseguimos provar isso no nosso governo”, recordou Lula, acrescentando: “Eles querem que o Brasil volte a ser uma republiqueta, mas eles não sabem que temos uma massa  e eu não vou morrer por medo de lutar com a nossa gente”, garantiu.

Lula e Gleisi Hoffmann durante evento do PT
Lula e Gleisi Hoffmann durante evento do PT

Para o ex-presidente, muitos não estavam acostumados a ver a ascensão da classe mais pobre da população e, por isso, retiram programas sociais implantados durante os governos do PT. “Eles querem acabar com o PT, porque essa gente não está acostumada a ver gente pobre de cabeça erguida. Nós provamos que sabemos cuidar do povo, que sabemos gerar emprego, fazer universidade. O pobre não é problema, o pobre é solução, quando o incluímos na economia e no mercado”, disse.

Ainda durante o encontro organizado pelos Diretórios Zonais de Campo Limpo, Capela do Socorro, Parelheiros, Cidade Ademar, M’ Boi Mirim e Santo Amaro, com apoio do Diretório Municipal do PT-SP, Lula afirmou que o povo não precisa se preocupar com ele e, sim, com sua família e amigos, já que a luta é para salvar o país.

A presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, enfatizou o reconhecimento dos trabalhadores e trabalhadoras com o legado do PT.

“Hoje é um dia muito feliz, a pesquisa CUT/Vox Populi lavou a nossa alma, são dois anos de perseguição ininterrupta ao PT e ao Lula. Isso significa identidade e memória do povo. Eles estão vendo a desconstrução do Brasil. Os golpistas podem bater, mas Lula é inocente e o povo brasileiro reconhece. Temos de andar de cabeça erguida pelo orgulho e pela luta do legado que construímos’, disse.

A senadora ainda comentou que a sentença do juiz Sérgio Moro contra Lula é “pura perseguição política”. Ela também comentou que o resultado da votação na Câmara dos Deputados sobre o arquivamento da denúncia contra Michel Temer reforçou a necessidade por Diretas Já.

“Queremos eleições diretas. O povo tem esperança no PT e o que nos motiva para a luta é o povo! Temos um grande compromisso com o Brasil. Lula presidente”, afirmou.

O ex-presidente também reforçou que a luta continua e a grande importância da militância, que sempre se manteve fiel e combativa.

“Eles sabem que temos capacidade e vamos voltar. Esperem as eleições de 2018 que vamos voltar, somos brasileiros e não desistimos jamais. Não vou abaixar minha cabeça”, finalizou.

Um pensamento sobre “Em plenária, Lula critica Temer: “Eles querem que o Brasil volte a ser uma republiqueta”

  1. Pingback: Em plenária, Lula critica Temer: “Eles querem que o Brasil volte a ser uma republiqueta” | Luíz Müller Blog | BRASIL S.A

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s