América Latina/Luta de classes

Venezuela destinará em 2018 mais de 70% do orçamento para investimentos sociais

A Revolução Bolivariana avança. Pra quem duvidava que era uma Revolução, é melhor rever seus conceitos. A notícia Do DIÁRIO LIBERDADE que reproduzo a seguir,
expressa , mostra na prática o que Breno Altman já desenhou no artigo VENEZUELA E GRAMSCI (Por Breno Altman) onde mostra que a Venezuela se constitui no 1º grande laboratório da teoria Revolucionária de Gramsci
Maduro enviará a medida para avaliação da Assembleia Nacional Constituinte

Maduro enviará a medida para avaliação da Assembleia Nacional Constituinte Foto: Ricardo Herdenez, AVN

 Vai o Artigo do DIÁRIO LIBERDADE

Mais de 70% dos recursos contemplados no Orçamento da Nação 2018, que será entregue para a Assembleia Nacional Constituinte nos próximos dias, se destinam ao investimento social, anunciou nesta quarta-feira o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

“Neste ano temos a Assembleia Nacional Constituinte e nos próximos dias vou entregar o orçamento nacional em que 70% do investimento será para os direitos sociais, para o investimento social”, disse o mandatário no estado de Portuguesa, no começo do plano de colheita do chamado ciclo inverno.

O Orçamento 2017, que foi apresentado no ano passado no Tribunal Supremo de Justiça (TSJ), superou os oito bilhões de bolívares, dos quais 73,6 % se destinaram às políticas sociais.

Como este ano, o Orçamento 2018 vai permitir continuar impulsionando planos relacionados com “saúde, moradia, educação, trabalho e cultura”, assim como as missões e grandes missões.

Segundo o vice-presidente de Planejamento, Ricardo Menéndez, o orçamento vai priorizar também a estabilidade econômica da nação, em resposta às sanções aplicadas à Venezuela pelo governo dos Estados Unidos.

“Trata-se de romper amarras, de gerar uma nova base do ponto de vista tecnológico, gerar uma transformação do ponto de vista do modelo produtivo que nos permita desenvolver a soberania como uma visão autêntica de nosso país”, afirmou Menéndez.

Outra diretriz para o próximo ano é otimizar os bens e serviços do Estado e incluir a política de seguimento, com “a visão profunda de ser mais eficientes” e de “articular um Estado que seja absolutamente desburocratizado”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s