Fascismo/Livros/Uncategorized

Feira do Livro: Se não conjugarmos rápido o futuro, voltaremos ao passado

Feira do Livro

Foto do Facebook

Uma imagem assustadora, mas também simbólica dos tempos que vivemos.

Depois de dar porrada em deputado que cumpria sua função, encerrar exposição de arte por reivindicação de grupos fascistas e anestesiar e amarrar ator que fazia performance na rua, , o RS dá mais uma contribuição, desta vez visual, ao Estado de Exceção. A Brigada desfila de cavalo entre visitantes e bancas da Feira do Livro. Simbólico dos tempos em que vivemos. E sempre haverá o que dirá que estavam ali para proteger a população. Imagina estes cavalos em disparada, investindo sobre os visitantes da Feira, emparedados entre as bancas de livros! E não há justificativa razoável para isto, pelo menos não em tempos de democracia.

3 pensamentos sobre “Feira do Livro: Se não conjugarmos rápido o futuro, voltaremos ao passado

  1. Pingback: Feira do Livro: Se não conjugarmos rápido o futuro, voltaremos ao passado — Luíz Müller Blog | O LADO ESCURO DA LUA

  2. Que tristeza virou meu país…

    Você pode ficar quietinho e resignado.

    Você pode me bloquear se estou enchendo a sua paciência.

    VOCÊ PODE LUTAR E PODE, AO MENOS, MULTIPLICAR.VOCÊ SÓ NÃO DEVERIA NÃO FAZER NADA!

    #GREVEGERAL

    PÁRA TUDO. PÁRA O BRASIL.
    PÁRA E NÃO VOLTA MAIS. PÁRA TUDO, PÁRA TODO MUNDO.

    gustavohorta.wordpress.com

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s