jUDICIÁRIO/Lula

Dirigente político alemão denuncia ao mundo a manipulação do judiciário brasileiro contra Lula

“o veredicto não esta baseado em qualquer crime” diz Niels Annen.

Instrumentalização do judiciário para fins políticos

Sem Título-5.jpg

Annen: o veredicto não parece baseado em qualquer crime (Crédito: SPD)

 

Conversa Afiada extraiu do Internationale Politik und Gesellschaft (clique aqui para acessar a íntegra, em alemão) a análise de Niels Annen, um dos líderes do Partido Social-Democrata da Alemanha, sobre a condenação do Presidente Lula:

Instrumentalização da Justiça para interesses políticos

12 anos de prisão para o ex-Presidente Lula da Silva: Niels Annen critica o veredicto: “Motivado politicamente”

Em 24 de janeiro de 2018, a condenação em primeira instância por corrupção contra o ex-Presidente Lula da Silva foi mantida pelos juízes de segunda instância de Porto Alegre – os quais ainda ampliaram a sentença para 12 anos e 1 mês. Lula se vê diante não apenas do risco de ser preso, mas de não poder concorrer às eleições presidenciais de 2018.

A manutenção da condenação contra Lula por corrupção passiva é vista de diferentes formas no meio político: como um sucesso na luta contra a corrupção ou como um caso de judicialização da política. Como você avalia isso?

Annen: a investigação de casos de corrupção é de grande importância em uma Democracia. Ela não pode ser interrompida apenas por se tratar de políticos famosos. Mas a condenação precisa ser baseada em evidências válidas e não pode ser guiada por simpatia ou antipatia. Infelizmente, no caso da condenação de Lula, que agora foi até endurecida na segunda instância, há uma forte evidência de que ela não é o resultado de um processo justo que obedece à Lei. Em um clima de polarização política, o veredicto não parece estar baseado em qualquer crime, mas em uma onda de acusações contra a popularidade de Lula e do Partido dos Trabalhadores. Da perspectiva da Lei, um dos argumentos da acusação é particularmente preocupante: o próprio fato de que Lula, como Presidente, tinha influência nos rumos da Petrobras, é prova de que ele sabia dos casos de corrupção dentro da estatal e os aprovava. Eu duvido muito de que esse veredicto represente um sucesso na luta contra a corrupção.

(…)

Um pensamento sobre “Dirigente político alemão denuncia ao mundo a manipulação do judiciário brasileiro contra Lula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s