Passagem/Porto Alegre

O “talagaço” das Passagens do TRENSURB (94%) e a legalização do Trabalho Escravo no Brasil

Trem94% é quanto vai subir a passagem do TRENSURB. Depois do gás, da energia elétrica, da gasolina e do óleo diesel, as conseqüências vão se fazer sentir no Bolso do povo. A conta é cara. Quem tiver que pegar o trem todos os dias úteis para trabalhar, gastará R$ 6,60 por dia, que multiplicado por 20 dias úteis dá R$  132,00 , ou seja, 13% do valor do salário mínimo, que “subiu” 1,5% com relação a 2016 e ficou menor que 2017. E nunca esquecendo que a grande maioria tem que pegar um ônibus para ir a Estação do Trem. Ida (R$ 4,05) e volta (R$ 4,05) soma mais R$ 8,10, em Porto Alegre. R$ 6,60 mais R$ 8,10 são R$ 14,70 por dia (R$ 294,00 por mês só de transporte), ou seja, um terço de um salário mínimo). Mas sempre vai ter aquele a dizer que tem o Vale Transporte. Só que este é só para os trabalhadores com Carteira Assinada, número cada vez menor, já que o desemprego esta aumentando. E mesmo assim, no caso do Vale Transporte, o patrão coloca o custo deste nos produtos e serviços que ele vende. E quem paga estes produtos e serviços é a parte do povo que ainda lhe sobra para comprar alguma coisa a mais do que só a comida para a sobrevivência. O povo continua pagando a conta do golpe que tem gente insistindo em dizer que não houve ou pior ainda, gente dizendo pra parar de falar em golpe. Querem colocar o Lula na cadeia, por que ele é a única liderança que pode muito rapidamente mudar esta situação em que estão transformando os brasileiros em escravos. Ao prenderem Lula sem prova nenhuma, eles almejam dizer que quem manda são eles, a elite retrógrada que não aceita o povo melhorando de vida. Os Sindicatos estão preparando uma Greve Geral contra a Reforma da da Previdência. Mas esta greve tem que ser é contra quem impõe pela força da compra de deputados e pela propaganda midiática uma legislação que autoriza até trabalho escravo. Aquela turma de 2013, que protestava por R$ 0,20 centavos no aumento dos ônibus não vai mais as ruas. Aquela turma não tinha compromisso com o povo. Mas boa parte do povo achou que tinha. E apoiou aquilo que acabou destruindo a democracia brasileira e derrubando a Presidente legitimamente eleita. Agora esta na hora da classe trabalhadora e a classe média assalariada reagirem. Só tem um jeito: Parar tudo numa grande Greve Geral em Defesa do Estado de Direito e por eleições democráticas em 2018. O que esta em jogo é o direito do povo decidir seus destinos ou a elite decidindo pelo povo. E a elite não quer nem trabalhadores mal pagos. Ela só aceita escravos…e claro, sem Direito a Previdência Social. E não podendo nem mesmo sair de seu lugar de moradia se não for para trabalhar, por que não terá dinheiro para pagar a passagem nem pra ir de uma cidade a outra na região metropolitana.

TALAGAÇO: Termo gaúcho que significa um baque muito forte, que vem de uma vez só e que arrebenta o individuo.

Clica nos links a seguir e vê mais sobre o por que este aumento absurdo das passagens tem a ver com o golpe e com a descarada perseguição ao Lula

Em Vídeo Paim denuncia: “Trabalho Intermitente” é sinônimo de Trabalho Escravo

A Elite X o Povo: Povo quer Lula Presidente, mas a Elite quer condená-lo e prendê-lo

 

Um pensamento sobre “O “talagaço” das Passagens do TRENSURB (94%) e a legalização do Trabalho Escravo no Brasil

  1. Pingback: O “talagaço” das Passagens do TRENSURB (94%) e a legalização do Trabalho Escravo no Brasil | Luíz Müller Blog – P Q P……….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s