juventude

Fascismo avança e mata: UBES denuncia execução de jovens em Maricá (RJ)

Cinco vítimas, com idades entre 16 e 20 anos foram baleados na noite do último sábado, secundaristas cobrarão justiça em manifestação da Jornada de Lutas da UBES quarta (28) na capital fluminense

O município de Maricá (RJ) foi abalado neste fim de semana pela chacina de cinco jovens no Condomínio Carlos Marighella ou Condomínio Minha Casa Minha Vida de Itaipuaçu. As vítimas são Sávio de Oliveira, de 20 anos; Matheus Bittencourt, de 18, Marco Jhonata, de 17, Matheus Baraúna, de 16, além de um outro rapaz identificado como Patrick da Silva Diniz. Testemunhas disseram que as vítimas foram surpreendidas por homens armados em uma moto no momento em que estavam na área de convivência do conjunto habitacional.

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas assinou nota junto a outras entidades, denunciando a chacina e exigindo investigações urgentes. O caso acontece em um momento de tensão e revolta também pelo recente assassinato da vereadora Marielle Franco (Psol) e no mês em que se completam 50 anos da morte do secundarista Edson Luís, durante a ditadura militar e que iniciou uma temporada de grandes protestos contra o regime.

Os secundaristas querem saber quem promoveu a chacina em Maricá e gritarão por justiça na próxima quarta-feira (28) dia da Jornada de Lutas da UBES no Rio de Janeiro. A manifestação está marcada para acontecer às 15h, na Candelária, centro da capital fluminense. Saiba mais sobre o evento aqui: https://www.facebook.com/events/158061971575846/

Leia a nota na íntegra:

NOTA DE LUTO E SOLIDARIEDADE

“E LUTA”
5 moleque tipo nóiz
Que acabaram assim
Que fim, sem voz
Silêncio dos verme
Medalha pro algoz
Quando eles mata
5 moleque tipo nóiz
Não vai ter hashtag
Nem hoje, nem pós
Ninguém chora
Por 5 moleque tipo nóiz
Pra forjar crime que num existe
O jornal é veloz
Triste sina, de 5 moleque tipo nóiz
Pense se fossem brancos
Se fossem playboys
Mas num era
Era 5 moleque tipo nóiz
Então que a mãe de cada um
Chore a sós
É sempre assim quando
É 5 moleque tipo nóiz
Mais luto pra quem sempre luta
Gargantas e nós
Nunca esqueça
Eram 5 moleques tipo nóiz
Je suis porra nenhuma
Somos todos atroz
Quando o corpo é de
5 moleque tipo nóiz
O que mudou
Desde o tempo de nossos avós
Quando acertam
5 moleque tipo nóiz
Mortos como o rio doce
Sangue prum tapajós
Sai do corpo de
5 moleques tipo nóiz
Nessa guerra desigual
Só tem contras, não prós
Sem novidade pra
5 moleques tipo nóiz

A letra composta pelo rapper Emicida grita a chacina ocorrida no Rio de Janeiro, quando 5 meninos saiam num carro para lancharem juntos em comemoração ao primeiro salário recebido por um deles. Foram mais de 100 tiros… 111 para ser mais exato! O caso ficou conhecido como “A Chacina de Costa Barros” e lá se foram as vidas destes 5 moleques tipo nós!

Hoje, acordamos com a notícia de que mais 5 moleques tipo aqueles foram também executados numa chacina ocorrida no condomínio Carlos Marighella, ou, Condomínio Minha Casa Minha Vida de Itaipuaçu – Maricá- RJ.
Muito já se ouve sobre o caso, ainda que as investigações ainda estejam por iniciar…

“Eram bandidos”
“Não eram boa coisa”
“Estavam nesse local as 05 da manhã, flores não estavam vendendo”
“Um deles já tinha sido preso”
“Eram meninos que cantavam Hip Hop e estavam vindo do show do cantor Projota que aconteceu no centro de Maricá”

Eram jovens com idades de 16, 18, 20 anos…que foram alvejados! Os “apressados em justificar” ou os legítimos responsáveis pelas investigações podem chegar a qualquer conclusão, mas nenhuma dessas vai justificar uma chacina!

Estamos há muito tempo diante de um problema social! Problema que só cresce e toma força para sair tragando a população!
Destruindo sonhos!
Destroçando famílias!
Interrompendo vidas!
Calando Marielles!

Estamos diante do abandono do Governo do Estado. Estado esse que deveria nos garantir segurança. Estamos diante da falta de políticas públicas que garantam o básico: Direito a Vida!
Estamos diante de um problema social e todos devemos acordar para isso!

A UNIDADE da esquerda é sim NECESSÁRIA e URGENTE! Precisamos nos fazer as perguntas e procurar as respostas! Respostas estas que não fiquem nas prateleiras das bibliotecas das grandes universidades, mas que se transformem em ações de Governo com a finalidade de cumprir o seu papel!

Registramos aqui nossa indignação com o acontecido, nossa tristeza e solidariedade aos amigos e familiares das vítimas. Estaremos juntos, incansáveis na busca por justiça e esclarecimento do crime.

Nunca se esqueçam que eram 5 moleques tipo igual a nós!!
Nosso luto é a luta!
Nós por Nós!

por: Luciene – vice presidente da UNEGRO MARICA

ASSINAM A NOTA:
UNEGRO (União de Negras e Negros pela Igualdade),
CEN\RJ(Coletivo de Entidades Negras)
UJS (União da Juventude Socialista),
UBM (União Brasileira de Mulheres)
MNMMA(Movimento Não Mexa na Minha Ancestralidade)
PCdoB – Maricá (Partido Comunista do Brasil)
PDT(secretaria estadual de combate ao Racismo)
UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas)

Um pensamento sobre “Fascismo avança e mata: UBES denuncia execução de jovens em Maricá (RJ)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s