Uncategorized

Lava-Jato abriu a porteira do Brasil e a China fez a festa

Moro e cia. destruíram as empresas brasileiras.

Lido no Conversa Afiada em 8/6/2018

Evan Ellis, pesquisador do Instituto de Estudos Estratégicos do Army War College, admite que o momento não é ideal para falar dos perigos da expansão chinesa na América Latina.

Está difícil convencer os latino-americanos de que os Estados Unidos são um parceiro melhor do que a China – vide as tarifas e cotas de Donald Trump sobre aço e alumínio, que afetam Argentina e Brasil, a linha-dura de Washington para imigração, e a abordagem habitualmente desrespeitosa do mandatário norte-americano com os vizinhos do sul.

Mas Ellis, que esteve em São Paulo para fazer uma palestra na fundação Fernando Henrique Cardoso, afirma que a mensagem é particularmente importante para o Brasil.

Segundo o especialista em América Latina, o Brasil sempre foi uma prioridade para a China, por causa do tamanho do mercado brasileiro. Mas especialmente neste momento, Pequim está avançando de forma agressiva no Brasil, aproveitando-se do vácuo deixado pela Lava-Jato.

Durante muito tempo, empresas politicamente influentes como a Odebrecht e outras enredadas na Lava-Jato conseguiram brecar um pouco o avanço chinês no mercado brasileiro.

Agora, a China pode conquistar grandes nacos do mercado brasileiro, nas áreas de construção, logística, manufatura e energia, sem nenhum competidor com força política para lhe fazer sombra.

E isso não apenas dentro do Brasil. Empresas chinesas estão ocupando espaço deixado por empreiteiras brasileiras na América Latina e África.

E por que isso é ruim? “É muito maior o risco de o Brasil desenvolver uma dependência nociva da China do que jamais foi no caso dos EUA”, diz Ellis.

Na medida em que a China passou a ocupar o posto de maior parceiro comercial do Brasil, a estrutura das exportações brasileiras passou por uma reprimarização, ou seja, aumentou muito a participação de produtos e de baixo valor agregado e commodities na pauta.

Ao mesmo tempo, Pequim tomou o lugar do Brasil de outros mercados, como EUA e UE, para fornecer manufaturados.

“Esse relacionamento econômico não é benéfico, leva a China a diversificar sua produção e o Brasil a se concentrar em produtos de baixo valor agregado”.

Segundo Ellis, a comunicação estratégica dos EUA com a América Latina nunca esteve em pior estado. Mesmo assim, o pesquisador insiste, os EUA oferecem uma parceria muito mais saudável do que a China

Moro e cia. destruíram as empresas brasileiras. Lido no Conversa Afiada em 8/6/2018 Evan Ellis, pesquisador do Instituto de Estudos Estratégicos do Army War College, admite que o momento não é ideal para falar dos perigos da expansão chinesa na América Latina. Está difícil convencer os latino-americanos de que os Estados Unidos são um parceiro […]

via Lava-Jato abriu a porteira do Brasil e a China fez a festa — bloglimpinhoecheiroso

2 pensamentos sobre “Lava-Jato abriu a porteira do Brasil e a China fez a festa

  1. POR MAIS QUE eu queira acreditar eu penso que esse professor é manipulado pelos EUA, Nao ha nada nesse mundo do que viver sob as asas americanas, eles so querem venham a eles e ao vosso reino nada. E nao custa lembrar que quem causou os estragos dessa tal lava jato foi justamente os EUA pra acabar com nossa mult-nacional Odebrecht. ela vinha] incomodando muito os americanos e eles partiram para cima da empresa com todo tipo de dossies, alguns verdadeiros outros falsos. Infelizmente a Odebrecht tinha realmente rabo preso pois aceitou fazer parte da corrupçao dos politicos do PSDB PP DEMOCRATA E PPS. E PARTE DO MDB.

    Curtir

  2. Nao foi a China quem preparou a lava jato foi os EUA, e foram eles que destruiram a carreira de Lula. e do Almirante OThon um dos maiores fisicos do mundo, que estava emprenhado na construçao do submarino nuclear. agora se a China nao entrar no leilao tudo vai sobrar para europeus e americanos e por preço bem abaixo do mercado ja que a China encara as propostas. Imagine voce um leilao de um campo de petroleo onde so tenha EUA o que vai acontecer? nao preciso desenhar. Ainda por cima, nao é a China que estar entregando toda a nossa riqueza mineral para europeus em troca de apoio na tal OTAN. para que esses países fiquem contra a Venezuela, Russia, Iran, Siria ,Iraq etc;. principalmente para embargar esses países, A China tem mais é que entrar na disputa. e eu ca fico mais tranquilo quando alguma coisa cai em suas maos. melhor do que nas maos de americanos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s