Estudantes

UNE realizará 3º Encontro Nacional de Estudantes LGBT na UNEB – Salvador

UNEA diretoria LGBT da UNE anuncia o 3º Encontro de Estudantes Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais da entidade. Sob o tema ‘’Nossas Vidas importam: mais democracia e um Brasil livre de LGBTfobia’’, o evento acontece entre os dias 27 e 29 de julho no Campus I da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Salvador.

Neste ano a diretoria completa 13 anos e apresenta sua nova identidade visual com a simbologia das cores expressando a força e a importância do respeito à diversidade para a construção de um mundo melhor para todos, todas e todx.

‘’A mudança da identidade visual surgiu a partir de um acúmulo de discussões durante o Seminário de Gestão. Achamos que construir uma nova logo contribuiria para o diálogo e expressão dessa diretoria tão importante’’, falou o diretor LGBT da entidade, Florentino Junior.

Para ele, o Encontro deste ano tem como desafio reunir todas as LGBTs universitárias do país para discutir as estratégias em defesa da democracia e também o  papel dessa juventude acerca das eleições presidenciais.

‘’A expectativa é agregar caravanas do país inteiro e construir uma proposta para a sociedade brasileira que inclua as LGBTs, que respeite as diversidades e também fortaleça a construção de políticas públicas por uma educação inclusiva e o fim da violência.  Esperamos que seja um grande evento não só em quantidade, mas em qualidade e que consigamos mostrar que não é apenas um momento comemorativo. São resistências, são vidas… Nossas vidas importam’’, destacou Florentino.

O formulário para inscrição estará disponível em breve no site e nas redes da UNE.

DIRETORIA LGBT

No 49º Congresso da UNE, em 2005, a entidade aprovou a criação da Diretoria de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgênero – GLBT e também propostas importantes, em sua resolução. Com a luta feminista pela visibilidade das mulheres a sigla foi alterada para Diretoria de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgênero – LGBT.

Um dos projetos já articulados e difundidos é o “Universidade Fora do Armário – UFA”, que deu o ponta pé inicial à organização do movimento estudantil LGBT, fortalecendo e ampliando aliança com o movimento social. Muitos dos pontos das resoluções do longo da história da diretoria foram conquistados, contudo tantos outros seguem na luta.

Em 2016 os estudantes conquistaram o direito de ter seu nome social respeitado no documento da UNE, UBES e ANPG.  No site documentodoestudante.com. br ao preencher o cadastro, no campo da opção gênero, tem as escolhas masculino, feminino, travesti e transexual. Quando a pessoa escolhe a opção travesti ou a transexual, automaticamente abre o campo para se preencher o nome social.

Neste mesmo ano pela primeira vez uma gestão da União Nacional dos Estudantes foi composta por estudantes trans. Entre os seus 85 diretores estavam as estudantes de Direito Daniella Veiga  e Amanda Souza.

A UNE segue firme na luta em defesa da educação laica e da democracia do país, articulando o movimento estudantil com o intuito de promover cada vez mais possibilidades da entrada, permanência e saída de LGBTs nas instituições de ensino, combatendo todo e qualquer tipo de discriminação por orientação sexual e identidade de gênero em diálogo também com o mundo do trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s